Contaminação orgânica matou cerca de mil peixes no Rio Pardo (RS)


A Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) diz que a morte de uma enorme quantidade peixes no Rio Pardo, em Morro Agudo, na última quarta-feira (7) não foi causada por produtos químicos ou pesticidas. De acordo com a regional de Barretos, a mortandade foi causada pela presença de produtos orgânicos.

“Não podemos afirmar ainda qual material orgânico foi, mas por nossa experiência de campo já sabemos que foi este motivo”, diz o gerente regional da Cetesb de Barretos, Davi Faleiros, que ainda comentou que quase 1.000 peixes de diversas espécies foram mortos.

A Cetesb procura a origem para penalizar os infratores. O diretor afirmou que o nível de oxigênio dissolvido (OD) no Rio Pardo já está normal. “O OD já está em 6,7 [mg/l]. No dia do acidente, o local mais crítico estava em 0,28”, comenta.

Fonte: A Cidade


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>