ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Esporte cruel

Cinco cavalos morrem durante competição na Inglaterra

21 de março de 2012 às 6:00

Por Natalia Cesana (da Redação)

Foto: Reprodução/Care2

O Cheltenham Festival da Inglaterra está sendo investigado e provocando a ira das organizações que defendem os animais depois que cinco cavalos foram mortos em apenas dois dias de competição. As informações são da Care2.

Scotsirish e Garde Champetre foram sacrificados no primeiro dia, após fraturarem as pernas em um terreno plano. Educated Evans também quebrou a perna, mas em uma cerca durante a final da corrida desse mesmo dia. Outros dois cavalos, Featherbed Lane e Abergavenny, sofreram da mesma forma com a fratura na perna e foram eutanasiados. Wishfull Thinking, por sua vez, caiu e se chocou contra a trava.

“A notícia de que cinco cavalos foram mortos em apenas dois dias de corrida em Cheltenham confirma a sangrenta reputação de tal competição. A corrida que matou estes cinco animais poderia ter matado mais, dado o alarmante número de incidentes. Os cavalos se apresentavam em uma arena lotada com 28 competidores e sentiam dificuldade em se posicionar de forma segura conforme os obstáculos se aproximavam. Além disso, os cavalos precisavam correr com um barulho frenético ao redor. Desde 2000, 38 cavalos já morreram em Cheltenham e chamar isso de esporte é uma farsa”, pronunciou-se a Animal Aid.

Muitos acreditam que a pista estava muito dura devido ao tempo seco, mas os organizadores haviam molhado o chão e que não havia motivos para afirmar que o ambiente era inseguro. O British Horseracing Authority (BHA) vai investigar o caso, mas parece estar minimizando as mortes.

“Há um limite de fatalidades ao longo do ano em Cheltenham que provocaria uma análise mais aprofundada do caso, mas estamos longe disso”, disse o gerente de comunicações da BHA, Robin Mounsey.

A RSPCA e a Liga Contra Esportes Cruéis também manifestaram preocupação pelas mortes e pelo uso de chicote. Cinco jóqueis foram punidos por usar excessiva e inapropriadamente o instrumento.

De acordo com o site da Animal Aid – Race Horse Death Watch – 804 cavalos morreram na Inglaterra nos últimos cinco anos, número esse que não leva em conta os cavalos que morreram e continuam morrendo em acidentes fora de competições. Infelizmente essas mortes continuarão a aumentar graças à ganância e ao entretenimento.

Nota da Redação: Animais não existem para servir aos interesses humanos. Submeter cavalos, e animais de qualquer outra espécie, a comportamentos que não são de sua natureza constitui uma grande violência. Para que esse sofrimento tenha fim, a única solução é banir toda e qualquer prática de “entretenimento” que utilize animais. 

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Janine Borba

Janine Borba

Dizem que quem não gosta de samba bom sujeito não é, pois eu acho que quem não gosta de bichos bom sujeito não é! Eu que

Janine Borba
Jornalista e apresentadora

Jornalista e apresentadora

Ana Rita Tavares

ana_150px
Conheço a ANDA há muitos anos. A contribuição que esse veículo de comunicação tem dado à causa animal no Brasil vem

Ana Rita Tavares
advogada e vereadora pelo Partido Republicano da Ordem Social (Pros) em Salvador

advogada e vereadora pelo Partido Republicano da Ordem Social (Pros) em Salvador

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: