• Compartilhe

Texto

Chimpanzés torturados

Projeto GAP denuncia zoológico alemão

11 de junho de 2013 às 9:10

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A 45 km ao nordeste da cidade alemã de Stuttgart está situado o Parque Zoológico Schwaben Park, onde 44 chimpanzés são abusados e torturados em até três apresentações diárias de um espetáculo circense.

Durante 10 meses, a ONG alemã Igualdade Animal investigou este Circo/ Zoológico pertencente a família Hudelmaier, que o fundou em 1972 e começou a operá-lo seis anos depois. A ONG Igualdade Animal fez um relatório fundamentado em gravações de vídeo de mais de 8 horas e mais de 350 fotografias, onde se apresentam os chimpanzés usados, sua péssima condição física, seu comportamento totalmente perturbado e os alojamentos precários onde eles ficam.

Este Zoológico é visitado por mais de 200.000 pessoas anualmente e se encontra no roteiro de muitas agências de viagens. O ex-diretor do Zoológico, o veterinário Jan Vermer, fez, em setembro de 2012, um relatório em que condena o uso dos chimpanzés e os maus-tratos que são praticados contra eles naquele Zoológico alemão.

Dos 44 chimpanzés existentes, 24 deles nasceram no próprio Zoológico. Após o nascimento de cada um, com a falsa justificativa de que a mãe não o aceitou, são retirados da mesma e criados por humanos na casa da família Hudelmaier até um ano de idade, quando são devolvidos ao plantel de trabalho do espetáculo circense.

O Projeto GAP da Espanha, amparado no excelente informativo da ONG Igualdade Animal, fez a denúncia pública a toda a imprensa alemã, assim como aos membros da representação diplomática da Alemanha na Espanha. Também enviou Carta-Denúncia ao Ministro Alemão do Meio Ambiente, assim como ao Comitê de Petições do Parlamento Europeu, já que as práticas daquele Zoológico vão contra as normas da Comunidade Europeia.

O Projeto GAP da Espanha também exige uma ação das autoridades alemãs, condenando o Zoológico por suas atividades circenses e os maus-tratos aos chimpanzés, e solicita que os 44 chimpanzés sejam destinados a Santuários, onde possam ser tratados decentemente, como merecem os grandes símios, que têm um ancestral comum com o ser humano.

O Projeto GAP Internacional respalda esta ação e solicita que todas as pessoas enviem correspondência normal ou eletrônica para as embaixadas alemãs em cada uma de suas localidades, denunciando este Zoológico e solicitando que cesse a tortura destes 44 chimpanzés.

Envie sua denúncia para a Embaixada da Alemanha em Brasília:

SES – Avenida das Nações, Qd. 807, lote 25
70415-900 Brasília – DF
Caixa Postal 030 – 70359-970 Brasília – DF
Tel: (61) 3442-7000
(61) 3442-7079 (assuntos consulares)
Fax: (61) 3443-7508

E-Mail (formulário de contato Embaixada em Brasília)

Envie sua denúncia ao Ministério do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha.

Assine a petição da denúncia.

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Heródoto Barbeiro

herodoto

Uma agência como a ANDA é muito importante para que nós jornalistas de uma maneira geral possamos receber pautas e desen

Heródoto Barbeiro
Jornalista

Jornalista

Flávia Lippi

braços abertos

De todas as violências que sofremos, as que cometemos com mais frequência são as que cometemos contra nós mesmos. Nessa

Flávia Lippi
Jornalista, empresária e empreendedora social

Jornalista, empresária e empreendedora social

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: