ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Chimpanzés torturados

Projeto GAP denuncia zoológico alemão

11 de junho de 2013 às 9:10

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A 45 km ao nordeste da cidade alemã de Stuttgart está situado o Parque Zoológico Schwaben Park, onde 44 chimpanzés são abusados e torturados em até três apresentações diárias de um espetáculo circense.

Durante 10 meses, a ONG alemã Igualdade Animal investigou este Circo/ Zoológico pertencente a família Hudelmaier, que o fundou em 1972 e começou a operá-lo seis anos depois. A ONG Igualdade Animal fez um relatório fundamentado em gravações de vídeo de mais de 8 horas e mais de 350 fotografias, onde se apresentam os chimpanzés usados, sua péssima condição física, seu comportamento totalmente perturbado e os alojamentos precários onde eles ficam.

Este Zoológico é visitado por mais de 200.000 pessoas anualmente e se encontra no roteiro de muitas agências de viagens. O ex-diretor do Zoológico, o veterinário Jan Vermer, fez, em setembro de 2012, um relatório em que condena o uso dos chimpanzés e os maus-tratos que são praticados contra eles naquele Zoológico alemão.

Dos 44 chimpanzés existentes, 24 deles nasceram no próprio Zoológico. Após o nascimento de cada um, com a falsa justificativa de que a mãe não o aceitou, são retirados da mesma e criados por humanos na casa da família Hudelmaier até um ano de idade, quando são devolvidos ao plantel de trabalho do espetáculo circense.

O Projeto GAP da Espanha, amparado no excelente informativo da ONG Igualdade Animal, fez a denúncia pública a toda a imprensa alemã, assim como aos membros da representação diplomática da Alemanha na Espanha. Também enviou Carta-Denúncia ao Ministro Alemão do Meio Ambiente, assim como ao Comitê de Petições do Parlamento Europeu, já que as práticas daquele Zoológico vão contra as normas da Comunidade Europeia.

O Projeto GAP da Espanha também exige uma ação das autoridades alemãs, condenando o Zoológico por suas atividades circenses e os maus-tratos aos chimpanzés, e solicita que os 44 chimpanzés sejam destinados a Santuários, onde possam ser tratados decentemente, como merecem os grandes símios, que têm um ancestral comum com o ser humano.

O Projeto GAP Internacional respalda esta ação e solicita que todas as pessoas enviem correspondência normal ou eletrônica para as embaixadas alemãs em cada uma de suas localidades, denunciando este Zoológico e solicitando que cesse a tortura destes 44 chimpanzés.

Envie sua denúncia para a Embaixada da Alemanha em Brasília:

SES – Avenida das Nações, Qd. 807, lote 25
70415-900 Brasília – DF
Caixa Postal 030 – 70359-970 Brasília – DF
Tel: (61) 3442-7000
(61) 3442-7079 (assuntos consulares)
Fax: (61) 3443-7508

E-Mail (formulário de contato Embaixada em Brasília)

Envie sua denúncia ao Ministério do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha.

Assine a petição da denúncia.

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Zélia Duncan

zelia

Cuidar dos animais é cuidar da vida, é querer mais harmonia e amor pras nossas vidas. Por isso apóio o trabalho da ANDA,

Zélia Duncan
Cantora

Cantora

Arnaldo Baptista

arnaldo1

O Arnaldo Dias Baptista ainda anda defendendo o vegetarianismo e a eletricidade gerada pelo sol. Portanto, ser embaixado

Arnaldo Baptista
Cantor e compositor

Cantor e compositor

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: