ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Alerta

Animais necessitam de cuidados especiais no verão

11 de janeiro de 2016 às 22:00

Divulgação

Divulgação

Férias, sol e muito calor. O verão inspira momentos descontraídos e de muitas brincadeiras. Apesar de todo esse clima de diversão, é preciso estar atento a alguns problemas típicos dessa época do ano. Entre eles, estão algumas doenças transmitidas por mosquitos, pulgas e carrapatos, que comprometem a saúde dos animais, podendo, inclusive, levá-los ao óbito.

Passeio

De acordo com médico veterinário Everton Beê, durante o verão existe uma série de cuidados que devem ser tomados para a manutenção da saúde do animal doméstico. “Evite caminhar com o animal nas horas mais quentes do dia. Diferente de nós, cães e gatos não apresentam glândulas sudoríparas, portanto não conseguem transpirar, a respiração é a única forma de controlar o processo de refrigeração e manutenção da temperatura corporal”, recomenda o veterinário.

Além disso, conforme Beê, estes animais apresentam pelagem, tornando-os mais susceptíveis aos efeitos do calor intenso. “Sempre antes de sair caminhar com seu animal cheque a temperatura da calçada/asfalto com a mão para se certificar de que não está muito quente, queimaduras nos coxins são muito comuns e extremamente dolorosas. Quanto mais espessa a pelagem do seu animal, maior a sua sensibilidade às altas temperaturas”, aconselha.

Hidratação

As temperaturas elevadas exige que as pessoas bebam bastante água para manter o corpo hidratado, além de refrescar. Com os animais, não é diferente.

Beê diz que os tutores devem deixar o bebedouro do animal sempre cheio e realizar a troca da água constantemente. “Alguns animais podem se molhar com a água do bebedouro para se refrescar, não existe problema nisso, mas se certifique que o animal não fique sem água”, diz o veterinário.

Temperatura

Uma dica extremamente importante dada por Beê é nunca deixar o animal trancado dentro do carro, mesmo que por alguns minutos. “Ele pode entrar em um quadro de hipertermia (ocorre quando a temperatura corporal sobe além da temperatura fisiológica), a qual, se não tratada rapidamente pode levar a uma série de problemas, incluindo respiração ofegante, confusão mental, tontura, desmaios e também, em casos extremos a morte”, revela.

Ele destaca que é bom ficar de olho se existe algum tipo de sombra ou cobertura onde o animal pode se abrigar do sol. “Sempre nos dias quentes tente deixar seu animal o mais confortável e protegido do calor quanto possível”, complementa.

Fonte: Jornal Correio do Povo

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Gabriela Veiga

gabi

O meu apoio a ANDA é integral, de coração e alma, assim como eles são. A ANDA trata os direitos animais como eu acredito

Gabriela Veiga
Atriz

Atriz

Derrick Green

derrick

Essa compaixão que é necessária em relação aos animais, também é importante para as pessoas. Para mim é muito importante

Derrick Green
Vocalista do Sepultura

Vocalista do Sepultura

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: