Ricardo Laurino

Veganismo e iniciativa social pelos direitos dos animais

Ricardo Laurino é empresário e vegetariano há 17 anos. Este mês assumiu a coordenação da SVB – Sociedade Vegetariana Brasileira – em Curitiba e...
Eu sou animal – Dagomir Marquezi

Experimentos bizarros

A revista TimePass listou os 20 experimentos mais bizarros já cometidos em nome da ciência. Alguns deles envolvem humanos, alguns envolvem (outros) animais. Há uma diferença entre eles: os homens concordaram. Os animais não foram consultados. A maioria dos relatos vieram de laboratórios.
Bigodes ao léu – Laerte

Uma ótima programação na TV

Uma ótima programação na TV
Heron, Luciano e Tagore

Darwin e a evolução do Direito

Há 150 anos, 30 de junho de 1858, o naturalista inglês Charles Darwin divulgou, pela primeira vez, perante a Sociedade Lineana, a teoria da evolução, que, ao desvendar o segredo da vida em nosso planeta, provocou uma revolução científica tão importante, que só encontra paralelo na obra ‘Da revolução das orbes celestes’, do astrônomo polonês Nicolau Copérnico.
Cotidiano Vegano - Fernanda Franco

Uma crítica às falácias humanas

Ok, temos o nosso tempo de entender, de processar as coisas, de desenvolver faculdades, e de agregar valores. Mas do que cada um efetivamente precisa para mudar? O tema incomoda. Mas incomoda mais ainda ouvir uma pessoa falando a sua fala crítica sobre como a sociedade não se importa com o mundo, sobre como está tudo errado, ao mesmo tempo em que, por uma simples atitude, faz igualzinho ao alvo de sua fala. E a simples atitude é comer carne.
Educação e desenvolvimento – Henri Kobata

Não é isso que está faltando?

Teremos gente com espaço e recursos pessoais suficientes para resgatar todos os animais que sofrem maus-tratos e são abandonados nas cidades do país? Essa foi uma das principais perguntas, entre várias, que pairou na cabeça de muitos telespectadores no domingo dia 15/02, quando a TV Record e a Globo travaram uma guerra de audiência exibindo matérias e quadros com animais durante boa parte da tarde e todo o horário nobre da noite. Alguns repórteres e apresentadores estavam visivelmente incomodados pela falta de intimidade com o assunto, mas outros mostravam desenvoltura e uma incontida emoção com as histórias de maus-tratos a animais e com a vida das pessoas que se dedicam a cuidar deles. E não foi para menos. Diante das imagens de milhares de animais sofridos e abandonados, era impossível deixar de pensar se não havia outra forma de cuidar daqueles bichos, a não ser daquele jeito, pelo esforço sobre-humano e despojamento no limite de tão poucas pessoas.
Bichos – Martha Follain

Antropomorfismo – a atribuição de características humanas aos animais

“O cão não é ‘quase humano’ e não conheço maior insulto à espécie canina do que descrevê-la de tal maneira.” (John Holmes). Antropomorfismo vem de duas palavras gregas: “anthropos” (homem) e “morphe” (forma). O antropomorfismo é a associação de atitudes animais com posturas humanas. É a tendência a interpretar como “humano” o comportamento animal, projetando características pessoais, sentimentos, pensamentos e estados de espírito. Por exemplo, imaginar que seu gato urinou fora da bandeja sanitária só para “vingar-se”, por estar com “raiva” de você.
Desobediência Vegana – Ellen Augusta Valer de Freitas

Veganismo: a nova desobediência civil

A compaixão, aliada a leituras e muita reflexão, é o que faz um vegano, pelo menos de um modo geral. Nem sempre suas leituras são sobre o tema ‘animais’, muitas vezes vêm de textos e livros que falam de temas como exploração, escravidão, humanidade. Em um determinado momento, ‘cai a ficha’ para a exploração animal, e o mundo muda de forma espantosa aos seus olhos.
Anderson Reichow

Êxodo

Jacques Derrida, filósofo dos mais instigantes do nosso tempo, e Elisabeth Roudinesco, historiadora e psicanalista, discutiram frontalmente em 2001 o assunto da violência contra animais. Roudinesco é arredia às ponderações de Derrida, que manifestou ter 'simpatia de princípio por aqueles que têm razão, e boas razões, para se erguerem contra a forma como os animais são tratados'.
Vanguarda abolicionista – Marcio de Almeida Bueno

A Farra do Boi

Terminado o Carnaval, época essa em que parece que pular e suar faz o brasileiro mais brasileiro – e que a concessão da Rede Globo parece orquestrar um pouco mais a vida das pessoas –, começa o temor/tremor pelo período da Farra do Boi, especialmente no litoral de Santa Catarina, culminando em uma data chamada de, vejam só, 'Sexta-feira Santa'. Segundo os caras-de-pau que ainda defendem publicamente essa prática, é apenas uma tradição – palavra bastante elástica, que abrange muita coisa.