Covardia

Cadela que teve seu corpo queimado se recupera, nos Estados Unidos

A polícia de Welsh, nos Estados Unidos, tem um homem sob custódia acusado de atacar brutalmente uma cadela, pondo fogo nela. A fêmea de Labrador preta, que desde então vem sendo chamada de "Chance", foi descoberta semana passada com o lado direito de seu corpo queimado.
Programa Extinção Zero

Livro analisa distribuição das espécies ameaçadas de extinção no Pará

Será lançado nesta quarta-feira (28), o livro "Espécies Ameaçadas de Extinção e Áreas Críticas para a Biodiversidade no Pará", que apresenta os novos resultados do projeto Biota Pará, iniciado em 2003, como fruto de uma parceria entre o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), a Conservação Internacional (CI) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA). A obra, que foi organizada pelas biólogas Ana Luisa Albernaz (Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia) e Teresa Cristina Avila-Pires (Coordenação de Zoologia), pesquisadoras do MPEG, será lançada em cerimônia marcada para as 17 horas, no Espaço Ernst Lohse, que abriga a livraria do Museu Goeldi, no Parque Zoobotânico.
Bigodes ao léu – Laerte

Gato, você me prometeu uma estrela…

Gato, você me prometeu uma estrela...
Pedido de colaboração

SOS Fauna e policiais ambientais ajudam a resgatar animais vítimas do tráfico

Ontem (27), por volta das onze horas da manhã, uma boa alma realizou uma denúncia a policiais militares ambientais, relatando que havia em um residência, no interior de uma favela no Jd. Ângela (SP), centenas de pássaros silvestres vítimas do tráfico de animais.
Salve uma vida

Pit bull aguarda por adoção, em SP

Duque é um cachorro muito especial pra mim, e que precisa muito de uma familia, hoje ao meu ver é o cachorro mais necessitado do "Cão Sem Dono". O Duque veio de uma ninhada de 4 Pitbulls, o único vivo, pois seus irmãos foram todos mortos um a pauladas, o outro por envenenamento e o outro entregue no CCZ, na época que eles eram eutanasiados em três dias.
Castração gratuita

Minicentros de esterilização são reinaugurados no Rio de Janeiro

Dois minicentros do programa de esterilização gratuita Bicho Rio são reabertos nesta quarata-feira inteiramente reformados. As unidades de Jacarepaguá (Zona Oeste) e do Largo do Machado (Zona Sul), agora são dotadas de espaço de trabalho com maior qualidade. O serviço é oferecido pela Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais. O Bicho Rio oferece esterilização gratuita de cães e gatos desde 2003, o que diminui a quantidade de animais vítimas de abandono nas ruas. Este serviço de controle populacional é oferecido somente para os moradores do município do Rio de Janeiro.
Canadá

Homem espanca cadela em caminhada no parque e é indiciado pela polícia

Uma cadela foi resgatada pela polícia no sábado (24), após seu tutor ter sido visto espancando-a em um parque de Toronto, no Canadá. Ela caminhava com a família no parque quando o pai começou a abusar do animal. Se condenado, ele poderá ser sentenciado a dois anos de prisão, receber uma multa de $50.000 dólares e ser proibido permanentemente de criar animais de estimação.
Palavra animal –Nina Rosa Jacob

Rejeitar a violência

Rejeitar a violência não consiste apenas em evitarmos ser violentos. Rejeitar a violência implica não aceitarmos a violência calados, quando praticada diante de nós, de nossos ouvidos ou de nossa consciência. Significa não violentarmos a nós mesmos, nossos princípios, aceitando ou fazendo aquilo para o que nossa alma diz “não”!
Crueldade humana

Ladrões matam vaca e deixam somente suas vísceras

Um ousado crime foi registrado na madrugada de domingo na zona rural de Aquidauana, Mato Grosso do Sul.O site Anastácio Notícias apurou que além de abater, os ladrões carnearam o animal e levaram toda a carne e deixaram somente as vísceras. O mais absurdo deste fato é que os indivíduos também levaram o couro, a cabeça e até os ossos da novilha.
Olhar Literário – Laerte Fernando Levai

Febo, o Cão-Lua

Um dos textos mais belos já escritos sobre a relação homem-animal é de um jornalista italiano correspondente de guerra, CURZIO MALAPARTE (1898-1957), que nenhum envolvimento tinha com a causa dos animais. Isto, entretanto, não o impediu de contar no romance “A Pele” (1949), em tom autobiográfico, o período em que esteve exilado na ilha de Lípari, no Mediterrâneo, ao lado de um inesquecível companheiro: o cão Febo, que encontrara quase morto de fome à beira da praia, para então acolhê-lo naqueles difíceis anos de solidão e incertezas.