sexta-feira, julho 10, 2020
João Ismael Tomaz Mendes

O direito animal sob uma perspectiva histórica

Os animais possuem uma longa relação com o homem, advinda dos tempos pré-históricos. A relação dos humanos com os caninos, por exemplo, tem origem...
Silvia C. Parisi

Mitos e verdades sobre castração

A castração ainda é um assunto bastante polêmico para os proprietários de animais de estimação. Está associada à imagem de cães e gatos gordos e letárgicos, "cirurgia cruel", "mutilação do animal", etc. É preciso desvendar o que há de falso e verdadeiro sobre a castração e entender bem quando ela é recomendada.
Robson Fernando

“Dono” e “posse”, palavras que não combinam com os animais

Dois vícios infelizmente ainda comuns entre defensores de animais e legisladores, sem falar da população como um todo, são considerar a tutela e responsabilidade de uma pessoa sobre seu bicho de estimação uma “posse” e chamar humanos que cuidam e tutelam animais domésticos de “donos”. Quem nunca falou ou ouviu expressões como “o dono desse cão...” ou “...em prol da posse responsável de animais”? É esse uso extremamente inadequado e vicioso, senão especista, dessas palavras que todos precisam repensar e abolir da relação entre os humanos e os animais não-humanos.
Gary L. Francione

Peter Singer e a visão bem-estarista de que a vida dos animais não-humanos vale menos

Alguns defensores dos animais afirmam que não há nenhuma real diferença entre a abordagem abolicionista e a abordagem neobem-estarista de Peter Singer.Já discuti as ideias de Singer em ensaios anteriores publicados neste site (vejam, por exemplo, 1 e 2), assim como em meus livros e artigos, num esforço de ilustrar aquilo que vejo como as diferenças teóricas e práticas significativas entre as nossas abordagens.
Felicitas B. Barreto

A Tragédia dos Ursos na China

É incrível que em pleno século XX, quando o homem já pisou na lua e os computadores globalizam o conhecimento, ainda existam na China milhares de ursos presos para que lhes sejam retirados a substância da sua bílis que de acordo com a milenar tradição da medicina chinesa cura todas as doenças como: dor de cabeça, pedra nos rins, cirrose, ressaca e atualmente usa-se também na confecção de shampus e afrodisíacos. Todavia existem poucas informações que comprovem cientificamente a eficiência dos mesmos.
Mark bekoff

Ratos demonstram empatia por companheiros torturados e mortos em laboratório

Aqueles dentre nós que estudam e convivem com animais já sabem muita coisa sobre suas emoções e capacidades mentais, mesmo que a ciência ainda não tenha provado além de uma sombra de dúvida acerca desse conhecimento. Mas esperar pela ciência para confirmar o que nós já sabemos sobre os animais pode ser desastroso. Ceticismo é um importante traço para um cientista, mas a dúvida também pode ser usada como desculpa, uma forma de não ter que lidar com as consequências daquilo que temos feito com os nossos semelhantes.
Marcos Paulo de Souza Miranda

Lei que reconhece a vaquejada como patrimônio cultural é inconstitucional

No dia 29 de novembro de 2016, foi sancionada, sem vetos, pelo presidente da República, a Lei 13.364, que: “Eleva o Rodeio, a Vaquejada, bem como as respectivas expressões artístico-culturais, à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial”.
tão do bicho

Suprema Corte e animais não humanos: obscurantismo x modernidade

Como mostra a matéria da Folha de São Paulo intitulada “STF julga constitucional lei que assegura abate em cultos de matriz africana” (*), a...
Artigo

Chegou o fim da carne

Tradução Luna Mayra Fraga Cury Freitas Algum medo é mais primitivo que aquele provocado pela ideia de prateleiras vazias nos supermercados? Algum alívio é mais...
Questão de Ética - Sônia T. Felipe

Altruísmo animalesco

Há três tipos de altruísmo animalesco: o de parentesco, o de parceria e o tribal. Nenhum deles pode ser considerado genuinamente ético. Para ser ético, o altruísmo precisa visar ao bem de qualquer ser vivo que possa ser afetado pela ação humana, não importando a natureza desse ser, e muito menos sua configuração anatômica ou habilidades específicas.
Tamara Bauab

Libertação da Terra

A humanidade começou a caminhar sobre a Terra há pelo menos 3 milhões de anos (Quinn; 2007) e durante muito tempo não temos nenhuma notícia cientificamente aceita, só conhecemos a história de uns 5 mil anos para cá, acredita-se ser esta espécie primitiva dotada de tanta inteligência como a atual espécie humana. Podemos imaginar que, durante todo este longo período, a humanidade optou pela natureza, por ser mais uma entre as espécies em detrimento da cultura e da civilização.
Luis Fernando Pereira

Pessoas especiais adotam animais especiais

O assunto de hoje é dos mais relevantes, e serve como reflexão para todos os simpatizantes da causa animal. Como já falamos anteriormente, a adoção é um ato de amor e responsabilidade. Porém, no meio do processo da adoção de animais nos deparamos com um sentimento, um incômodo, dos mais angustiantes: a busca pelo animal ‘perfeito’. É muito triste observar que a maioria dos adotantes buscam um estereótipo de gatos ou cachorros para levar para casa: devem ser filhotes, quase sempre, e de raça, ou que ao menos lembrem algum animal de raça. Com esta ideia em mente, eles acabam fugindo automaticamente de animais com estética diferentes, de idosos e, sobretudo, de animais com deficiências físicas.