fbpx
domingo, abril 5, 2020
Em defesa da vida

Sea Shepherd inicia mais uma operação para salvar as baleias dos navios japoneses

A mais nova campanha da Sea Shepherd Conservation Society para interromper as atividades da indústria baleeira japonesa no Oceano Antártico já está em andamento. O capitão Paul Watson e sua tripulação partiram, recentemente, no navio Steve Irwin de C-Dock, Victoria Quay, em Fremantle, com um grande grupo de apoiadores e a imprensa local que lá estava para a despedida. Uma visita surpresa de Terry, Bindi e Bob Irwin foi comemorada, com Bindi dizendo que esperava que neste ano os japoneses não conseguissem matar baleia alguma.
Malásia

Mulher aprisionava três espécies ameaçadas de extinção em seu apartamento

As autoridades prenderam uma mulher da Malásia que mantinha um filhote de urso, um leopardo e uma miniatura de lêmure (Slow Loris) em seu condomínio, segundo divulgado por um policial da vida selvagem. Os policiais foram verificar uma denúncia e descobriram as espécies em risco de extinção, que estavam no apartamento da mulher de 25 anos na cidade de Kuala Lampur, segundo Mohammad Khairi Ahmad, diretor do Departamento de Vida Selvagem de Selangor.
Literatura consciente

O escritor Mark Twain foi um dos precursores do movimento de defesa animal nos EUA

Shelley Fisher Fishkin, professora da Universidade de Stanford, diz que o escritor Mark Twain, nascido nos Estados Unidos, autor de clássicos como ‘As Aventuras de Tom Sawyer’ (1876), foi o primeiro americano proeminente a dar seu apoio como figura pública ao movimento de defesa dos direitos animais. Twain se recusava a colocar o humano no ápice da criação. Ao contrário, classificava o ser humano como “o animal mais baixo. O homem é o animal cujo rosto cora de vergonha. Ele é o único que o faz ou tem motivo para o fazer”. Twain escreve sobre crueldade com...
Ameaçados de extinção

Após recuperação, população de tigres siberianos volta a cair

Em meio à tempestade de más notícias ambientais nos últimos anos, a história dos tigres de Amur – também conhecidos como tigres siberianos ou tigres de Ussuri –, na Rússia, trouxe um pouco de otimismo. Quase extintos meio século atrás, os tigres retornaram quando o governo impôs proteções, e sua contagem permaneceu mais ou menos estável durante grande parte da década passada. Porém, novos estudos sugerem que a população de tigres da Rússia está novamente em declínio. Resultados de uma pesquisa anual conduzida pela Sociedade de Conservação da Vida Selvagem, um grupo ambiental situado em Nova York, junto a diversas organizações russas, mostraram uma queda de 41% na população de tigres de Amur em relação à sua média dos últimos 12 anos.
Medida exemplar

Berlim cria lugar de descanso para os castores que nadam no rio da cidade

No meio de Berlim, há agora um lugar de repouso para os castores. A cidade criou um ponto de descanso para esses simpáticos animais fazerem uma pausa enquanto nadam pelo rio Spree, que corta a cidade. Durante anos, milhares de castores, conhecidos por serem excelentes nadadores, morreram de exaustão nas águas do rio Spree ou pelas lâminas afiadas de hélices de barcos. Agora que restam apenas 30 castores, a cidade concedeu um lugar reservado para eles. Na quarta-feira (2), Berlim abriu oficialmente a plataforma de aço sobre o rio Spree, em que os castores poderão sair da água e descansar. É uma espécie de posto de reabastecimento de energia para os castores.
Em perigo

Operação tenta resgatar baleia-corcunda enroscada em corda no Havaí

Uma baleia-corcunda jovem está vagando pela costa do Havaí com uma corda gigantesca enroscada por todo o corpo. Especialistas em vida marinha estão tentando resgatar o animal desde terça-feira. "O enroscamento ameaça a vida do animal," disse Ed Lyman, diretor responsável do Santuário Marinho Nacional de Baleias Corcundas do Havaí. "A corda está dentro da boca e enrolada no corpo. É amarela, sintética e muito pesada, dificultando seriamente a mobilidade do animal". O especialista estima que a baleia esteja enroscada em cerca de 120 a 150 m de corda. O animal tem por volta de 3 anos e 10 metros de comprimento. A operação é extremamente delicada, já que os barcos não podem chegar muito perto do animal, pois a corda pode enroscar no motor.
Crueldade e covardia

Cães de rua estão sendo envenenados em Quilpué, no Chile

Cerca de 18 cães de rua foram levados às clínicas veterinárias de Quilpué, no Chile, no último domingo (29), com sintomas de envenenamento. Segundo a associação em defesa dos animais Empata Animal, o ato foi uma covardia. Os cães mortos viviam há anos no centro da cidade, e estavam castrados. "Isto foi a crônica de uma morte anunciada. Há mais de duas semanas, funcionários municipais deram alerta vermelho a toda a cidade de Quilpué. Pessoas viram caminhonetes cheias de animais, a altas horas da noite. O que está acontecendo? Quem é o responsável por este atentado covarde?", disse a porta-voz da associação, Claudia Sanhueza.
Copa do Mundo batizada pela violência?

África do Sul quer propor sacrifício de vacas para “abençoar” estádios no país

Uma proposta para "abençoar" os estádios que sediarão a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, com o sacrifício de uma vaca por cada recinto está deixando indignados ativistas dos direitos dos animais e a sociedade, em geral. A ideia é do Makhonya Royal Trust, que coordena as atividades culturais no país, e defende o sacrifício de gado como o verdadeiro espírito africano para abençoar a competição. "Temos de ter uma cerimônia cultural de algum tipo, na qual mataremos uma besta", disse o presidente daquele organismo à Reuters. Um dos ministros sul-africanos prometeu já fazer pressão junto da FIFA para que o ritual seja autorizado.
Pelo fim da exploração dos animais

Circo Ringling Bros. em Madri reacende a polêmica do uso de animais em circos

Nos vagões do circo Ringling Bros. vive um grupo de elefantes asiáticos e outro de tigres de bengala. O espetáculo americano, que se apresenta pela primeira vez na Espanha, instalou-se esta semana em Madri. Tom Rider, um antigo empregado do circo, encarregado de cuidar dos elefantes no fim dos anos noventa, esperava a companhia circense. O tratador veio denunciar o "abuso sistemático" que sofrem os animais, que presenciou enquanto trabalhava no Ringling Bros. "Todo dia batiam nos animais com umas varas com ganchos", explicou Rider. "Quando perguntei o motivo, disseram que isso era disciplina".
Causa ainda sob investigação

Dezenas de gatos morrem em incêndio nos EUA

Dezenas de gatos morreram na tarde deste sábado (28), devido a um incêndio ocorrido em uma casa na região de Fairfax, Virgínia, nos EUA. O casal, cujos nomes não foram revelados, estava em férias quando o fogo foi descoberto se alastrando pela casa, nas proximidades de Clifton/Centreville. "Eles são pessoas muito agradáveis", disse um morador de South Springs Drive. "Eles ficarão arrasados". Segundo informações, um protetor de animais entrou na casa rapidamente para checar se os gatos e pássaros estavam na casa. Ele disse que abriu a porta, e ao se deparar com uma fumaça grossa, chamou imediatamente os bombeiros.
Crueldade em Bangladesh

Dois homens são condenados à prisão por espancar crocodilo que esperava filhotes

Dois homens foram presos em Bangladesh acusados de espancar uma crocodilo fêmea que esperava filhotes. Foram utilizadas varas de bambu para agredir o animal. O crocodilo, chamado Pipil, estava seriamente ferido e perdeu um dos olhos após a agressão. O ataque aconteceu em Abril no santuário Khan Jahan Ali, a 135 km da capital Dhaka. Os homens foram condenados a dois anos de prisão sob regime de trabalho forçado na terça-feira, acusados de tortura contra o animal. O santuário de Khan Jahan Ali abriga cerca de 24 crocodilos que vivem em um grande lago, onde os visitantes podem observá-los e alimentá-los.
Vitória dos direitos animais

Corridas com cavalos são finalmente proibidas em Victoria, na Austrália

O fim da corrida de obstáculos com cavalos em Victoria foi comemorado por ativistas dos direitos animais, que há 30 anos lutavam pra coibir esse "esporte". A Racing Victoria anunciou anteontem (27) que a corrida com cavalos terminará após a estação de corridas em 2010. O presidente, Michael Duffy, disse que a direção tomou essa decisão porque as quedas e mortes não diminuíram, apesar da implementação de recomendações de segurança. O emocionado presidente da RSPCA (Sociedade Real para a Prevenção de Crueldade contra Animais) de Victoria, Hugh Wirth, disse que o grupo vinha lutando contra as corridas desde 1980.