fbpx
terça-feira, janeiro 28, 2020
São José dos Campos/SP

Chuva de granizo mata 300 garças e deixa outras 150 feridas

Cerca de 300 garças foram encontradas mortas em São José dos Campos (SP). Outras 150 ficaram feridas por causa da chuva de granizo que atingiu a cidade essa semana. A área verde do condomínio empresarial BRP é usada como dormitório das aves. Todo fim de tarde elas vão para o local. E na terça-feira(28) foram surpreendidas pela chuva. Muitas tiveram ferimentos nas asas e já não podem voar. Os funcionários ficaram impressionados com a cena. "Como foi bem na hora que elas chegam no local, elas não tiveram tempo de reação", disse o administrador do condomínio, Giuliano de Paula.
Investigado

Número de animais mortos no zoo de Goiânia chega a 49

O número de animais mortos neste ano no Parque Zoológico de Goiânia chega a 49, o equivalente a 7,65% do plantel que havia no parque em janeiro. O anúncio foi feito no final da tarde de quarta-feira, pelo diretor do estabelecimento, Raphael Cupertino. Até então, a administração do parque falava em nove mortes. Cupertino explicou que o número menor era só dos animais de grande porte. Além deles, morreram desde janeiro 16 aves, 16 répteis e oito mamíferos de pequeno porte. Mais preocupante do que o número total de mortos é, segundo admite Cupertino, o percentual de óbitos no total do plantel, que em janeiro era de 640 animais. Atualmente são 621, graças ao nascimento de 30 filhotes. "Está acima do considerado normal pela Sociedade dos Zoológicos do Brasil (SZB), que é entre 5% e 6% do plantel do estabelecimento", disse o diretor do zoológico. Ele acrescenta que o índice está elevado devido, principalmente, à idade avançada da maioria dos animais. Mais de 60% do plantel tem mais de 15 anos de vida. "O plantel é, em sua maioria, composto de animais mais velhos. Vai chegar uma hora que as doenças, os problemas começam a se manifestar", disse.
Até 5 anos de cadeia

19 brasileiros são presos envolvidos com rinha de canários em Connecticut (EUA)

Dezenove brasileiros foram presos em Shelton, acusados de participar de brigas entre canários. Oito deles residem em Danbury, Connecticut. A polícia confiscou mais de 150 pássaros e encontrou cerca de $8,000 em dinheiro. Segundo o Departamento Estadual de Agricultura (SDA), a maioria dos pássáros apreendidos era de canários-da-terra. Pelo menos quatro das aves apreendidas tinha ferimentos nos olhos. Os moradores de Danbury presos são Gilson Gonçalves, 31, Getúlio Serra, 62, Rogério de Carvalho, 35, Sebastian Andrade, 37, Ricardo Almeida, 29, Massilon de Paula, 32, Agostinho Gondinho, 35 e Raimundo Nonato, 51. Elito Goulart, 47 e Jurames Goulart, 42, residentes em Bridgeport e Shelton, respectivamente, também foram presos.
Flórida/EUA

Gato é morto por engano após estadia de rotina em Hospital Veterinário

Maria Vélez e seu filho Austin foram buscar o gato, Buddy, no veterinário e descobriram que ele havia recebido eutanásia. Vélez informou que ao chegar ao Hospital Veterinário de Hernando County, os funcionários trouxeram um gato que possuía a pelagem tigrada e laranja semelhante à de Buddy, porém faltava-lhe a cauda e era muito mais magro que o gato tutelado por ela. Os funcionários perceberam então que Buddy estava morto. Um funcionário que deveria ter contatado os tutores de Buddy telefonou para a pessoa errada. A pessoa disse que não queria o gato e permitiu que o matassem. "Estou chocada, meu pobre bebezinho..." disse Vélez. O serviço animal local está investigando o caso e buscando formas de prevenir que algo parecido ocorra novamente.
Tragédia no mar

Baleia morre atingida por um navio no Canadá

Um navio da companhia Cruise chegou ao porto de Vancouver com uma baleia morta alojada na proa. "Basicamente, como um trem em alta velocidade, o navio simplesmente trombou nela. Aquela proa é como se fosse uma lança, provavelmente o animal teve as costas quebradas e morreu quase instantaneamente," disse Craig Delahunt da Tymac Launch Service. O animal media cerca de 20 metros, Spaven informou que o capitão do navio não havia notado a baleia até a chegada ao porto do Canadá, e que "Colisões com navios são uma ameaça perigosa para as baleias fin whales". Ela declarou ainda que navios cruzeiros podem possuir rotas específicas, mas que estas rotas não podem proteger os caminhos de migração das baleias, já que estes animais sempre modificam seu rumo de acordo com a disponibilidade de alimento.
Crueldade/EUA

Circo Ringling Bros. and Barnum & Bailey é acusado de tortura e abuso de elefantes

Em 22 de julho último, o PETA divulgou um vídeo investigativo de 4 minutos de duração como mais uma entre tantas provas dos maus-tratos a que os elefantes do circo Ringling Bros. and Barnum & Bailey são submetidos diariamente, na esperança de favorecer os animais no veredito de um processo que se arrasta há quase dez anos nos Estados Unidos. As imagens captadas entre janeiro e junho de 2009 mostram os onze elefantes atualmente pertencentes ao Ringling Bros. – em sua maioria capturados nas selvas asiáticas desde 1957 – sendo vítimas sistemáticas de abusos pelos seus “tratadores”.
15 mortes

Número de mortes em zoo de Goiás é quase o dobro do divulgado

O número de mortes de animais dentro do Parque Zoológico de Goiânia (GO) neste ano pode ser superior a 15, e não apenas oito como havia sido informado anteriormente pela administração do zoológico. Isso porque, segundo a direção do parque, anteriormente, não eram contabilizados os animais que não são considerados de grande porte. Na terça-feira, a Polícia Civil abriu investigação para descobrir se a falta de investimentos no zoo pode ter influenciado na morte dos animais. Desde o ano passado, o Ministério Público Estadual (MPE) de Goiás investiga denúncias de maus-tratos e de descaso do Poder Público com o parque. Um relatório feito em junho deste ano pela perícia ambiental do MPE concluiu que a prefeitura nunca investiu na manutenção e na modernização do zoológico, criado em 1956.
Campeões de negligência

Cem mil animais são abandonados por ano na França

A França é recordista em número de animais domésticos, e uma inevitável consequência é o triste título que ela também ostenta em matéria de negligência, com a marca de cem mil animais abandonados por ano. O abandono é especialmente frequente no período de férias, quando muitos saem de casa em viagem, mas acredita-se que a atual situação econômica tem contribuído para o agravamento do problema.
Surpresa sangrenta

Despacho repleto de aves mutiladas surpreende pesquisadores em reserva dos EUA

Um estudante voluntário que pesquisava sobre tubarões na reserva de Elkhorn Slough encontrou algo medonho, um espaço repleto de despachos sangrentos. "Havia várias galinhas mutiladas e velas," disse Matt Metzger, 17. "Sou da Carolina do Norte, não costumo ver essas coisas." "Comecei a sentir cheiro de cadáver, e fui seguindo o fedor até encontrar as galinhas," ele disse. Ken Collins, integrante da fundação, disse que só havia visto coisas parecidas em fotos. "Nós nunca encontramos nada tão violento e com apelo religioso em nossa propriedade", disse Collins, demonstrando dúvida ao usar a palavra "religioso".
Olhar consciente

TCC defendendo direitos animais recebe nota máxima em curso de Direito

"Aos animais explorados diariamente no mundo e às pessoas que lutam por sua libertação" foi a dedicatória do TCC feito por Marianne Weber Teixeira de Araújo Vianna, orientada pela Dra Maria de Nazareth Agra Hassen. O trabalho, cuja apresentação tocou os participantes, recebeu a nota máxima da banca. Intitulado "Desafio aos Hábitos Alimentares: a libertação animal também é a libertação humana", o texto analisa as origens do domínio humano sobre os animais, visando desvendar os motivos pelos quais o homem julga-se no direito de explorar os demais seres não pertencentes à sua espécie. O texto enfatiza o reconhecimento dos animais na esfera moral e a modificação do seu status no ordenamento jurídico.
Perigo nas estradas

Atropelamentos de animais silvestres são a segunda maior causa da perda de espécies no Brasil

“Acidentes nas estradas com atropelamentos de animais silvestres são a segunda maior causa da perda de espécies no Brasil, perdendo apenas para queimadas e desmatamentos, que ainda são os maiores causadores da morte dos animais”. A informação é do biólogo Gilson Santana, que tem realizado amostras dos incidentes em trechos da BR-364 em Rondônia, e na região de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a maioria dos registros são feitos com animais de grande porte, como antas, vacas...
Tradição cruel

250 mil touros são torturados e mortos em touradas a cada ano

Todos os anos, 250 mil touros são vítimas de um sofrimento prolongado e torturante e de uma morte lenta, resultante da indústria das touradas nos nove países onde esta prática vergonhosa e perversa é permitida. 60 mil destas mortes ocorrem na Espanha. Enquanto muitos de nós ainda possivelmente imaginemos que este embate caracterize-se por um só golpe fatal e rápido desferido pelo toureiro no coração do touro, talvez numa tentativa de aceitar e justificar o “espetáculo” vergonhosamente retratado como tradição cultural e entretenimento, a realidade...