terça-feira, setembro 17, 2019

Porco é enforcado em programa de TV apesar de súplicas de um dos participantes

O programa Celebrity Island com Bear Grylls, no Reino Unido, foi criticado pela caridade animal PETA por "torturar seres vivos para ganhar audiência" depois que um porco foi morto em um episódio.

Denúnca revela expansão de empresas de reprodução de macacos para tortura

Num recanto tranquilo e rural no sul da Flórida, onde o faturamento vem muito mais da terra que dos bolsos de turistas, uma indústria tem passado quase despercebida - apesar de sua notável lucratividade nos últimos 15 anos. As informações são do site The Guardian. Até recentemente, a criação de macacos vinha sendo um negócio rentável e discreto, estabelecido numa região mais conhecida por seus bosques produtores de frutas cítricas. O poder público local recebeu de braços abertos as empresas que cruzam e vendem macacos da espécie Macaca fascicularis para fins de pesquisa científica. Com três grandes fazendas em funcionamento, e autorização pendente para uma quarta, o condado de Hendry é líder mundial nesse mercado. Mas, num escândalo que ficou conhecido localmente como “Monkeygate”, as autoridades locais e federais estão investigando as fazendas de criação de macacos do condado de Hendry, e não estão gostando nem um pouco das descobertas.

Morte de cadela explorada por fábrica de filhotes simboliza luta contra o comércio de...

No dia em que foi resgatada de uma fábrica de filhotes, a vida de Gwinnie começou a mudar de uma forma maravilhosa, mas ela não sabia disso e estava aterrorizada. Depois de longos sete anos vivendo em uma gaiola, Gwinnie não conhecia nada além de abusos e sofrimento e seu trabalho era apenas dar à luz filhotes comercializados por todo os EUA. A cachorra teve seu coração partido repetidamente quando seus filhotes eram arrancados dela cedo demais para que suas vendas obtivessem o máximo de lucro possível. Antes de ser resgatada, Gwinnie não sabia o que era um toque de carinho de uma mão humana, nunca ouviu uma voz suave ou recebeu cuidados médicos. Ela só conhecia o medo e a sobrevivência. No entanto, durante seus anos na fábrica, Gwinnie tinha um amigo e seu nome era Teddy e os dois foram resgatados pelo grupo National Mill Dog Rescue. Eles se confortaram durante toda a incerteza e terror que era esse desconhecido mundo sem exploração. Não demorou muito para os cãezinhos encontrarem lares permanentes juntos e prosperarem com o amor que receberam. A pelagem áspera e emaranhada de Gwinnie logo se tornou uma pelagem dourada, linda e viçosa e o medo em seus olhos foi embora. Apesar de frequentemente se esconder atrás do corajoso Teddy e ficar preocupada quando um estranho entrava na casa, a cadelinha percebeu que estava segura e era amada. Infelizmente, o abuso e negligência que ela sofreu na fábrica provocaram danos e a linda Gwinnie faleceu no dia 3 de outubro deste ano. Sua família sente muito a sua falta e ainda está tentando aceitar a perda, mas ninguém sentirá a falta de Gwinnie como Teddy, sua alma gêmea.

Circo Ringling Bros. em Madri reacende a polêmica do uso de animais em circos

Nos vagões do circo Ringling Bros. vive um grupo de elefantes asiáticos e outro de tigres de bengala. O espetáculo americano, que se apresenta pela primeira vez na Espanha, instalou-se esta semana em Madri. Tom Rider, um antigo empregado do circo, encarregado de cuidar dos elefantes no fim dos anos noventa, esperava a companhia circense. O tratador veio denunciar o "abuso sistemático" que sofrem os animais, que presenciou enquanto trabalhava no Ringling Bros. "Todo dia batiam nos animais com umas varas com ganchos", explicou Rider. "Quando perguntei o motivo, disseram que isso era disciplina".

Ativistas ambientais iniciam ação contra a caça de golfinhos no Japão

No processo aberto na semana passada, eles exigem que o chefe da prefeitura de Wakayama Ocidental revogue uma licença de caça de três anos na cidade portuária de Taiji.

ONG oferece US$ 5.000 por informações que levem à prisão de jovem que jogou...

A organização internacional de proteção animal Em Defesa dos Animais (IDA, sigla em inglês para In Defense of Animals) está oferecendo uma recompensa de 5.000 dólares por informações que levem à prisão, acusação e condenação da mulher que assassinou filhotes de cachorro jogando-os em um rio. Acredita-se que a atrocidade tenha ocorrido em um lugar da Bósnia ou da Croácia. Detetives que estão investigando o caso, afirmam ter descoberto informações que indiquem que a mulher é da cidade de Bugojno, na Bósnia, e que o local é o rio Vrbas, embora o

Demanda por bile de urso despenca devido a boicote de farmacêuticos

Devido a constantes revelações de abuso de animais na indústria de extração de bile de urso, as farmácias estão rapidamente aderindo a um boicote do produto. Em cerca de um ano, o número de farmácias chinesas que estão boicotando este tipo de mercadoria passou de 260 para 1.945. A notícia foi anunciada em uma conferência de imprensa realizada pela Animals Asia, um grupo que faz campanha para aumentar a conscientização para com os problemas associados com a extração de bile. As informações são do site The Dodo. A bile é um suco digestivo retirado da vesícula biliar dos ursos negros asiáticos, também chamados "moon bear". O processo de extração é geralmente muito doloroso e envolve o uso de um tubo inserido no lado do urso para deixar o líquido escorrer para fora. Além disso, as fazendas responsáveis pela extração são notórias por suas condições sórdidas e apertadas. Há cerca de 10 mil ursos agora mantidos em cativeiro por sua bile.
Galgos explorados em corridas

Milhares de galgos são torturados e mortos depois de serem explorados em caçadas

Os cães devem ser respeitados e amados, mas inúmeros deles são explorados e abusados pelos humanos diariamente. A negligência em fábricas de filhotes, as lutas de cães, os experimentos brutais em laboratórios e competições de corrida mostram que os cães têm sofrido muito em todo o mundo. Os galgos são tipicamente associados às corridas de cães, mas também são explorados, brutalmente torturados e mortos durante caçadas na Espanha. De acordo com uma petição do Care2 escrita pela SPCA International, 60 mil galgos espanhóis são torturados e mortos na Espanha todos os anos. Os cães são forçados a caçar lebres, mas, depois de serem considerados inúteis para participar da prática terrível, são descartados e abusados de maneiras chocantes. A SPCA detalha a extrema crueldade suportada pelos belos cães, que são pendurados pelos pescoços e lutam por suas vidas durante dias sucumbirem à tortura e morrerem. De acordo com o One Green Planet, outros animais são barbaramente espancados com pedras, jogados em poços e alguns são enterrados vivos. A organização luta para acabar com esse horror desde 2012, mas ainda há um longo caminho a percorrer e eles precisam de ajuda. Além de não financiar a exploração dos cães, é crucial assinar a petição para pressionar o governo espanhol a agir para acabar com a miséria e os assassinatos dos galgos.

Ativistas chineses salvam cerca de mil cães da morte

Ativistas animais reunidos por uma campanha online resgataram cerca de 1000 cachorros que estavam a caminho da morte, no sudoeste da China. Cerca de 200 ativistas pararam três caminhões cheios de cachorros no sábado, depois que um usuário da internet chamado “Mosquito” convocou todos para o resgate numa rede social. Os cães estavam sendo levados para um matadouro, mas foram libertados depois que os grupos de proteção animal compraram os animais por US$12.200. A organização Animais da Ásia, sediada em Hong Kong e que ajudou o grupo, disse que alguns cães morreram no caminhão e outros estavam doentes e feridos. O consumo de carne de cachorro e gato continua sendo um hábito na China, apesar do aumento da popularidade do número de animais domésticos. No mês passado, o governo do leste da China cancelou um festival depois de protestos na internet.

Ativistas lutam para resgatar animais do “pior zoológico do mundo”

Embora não haja muitos veículos falando a respeito dos 15 animais restantes em um zoológico em Khan Younis, uma cidade e Gaza destruída pela guerra, algumas equipes de resgate se recusam a desistir deles. O zoológico - também conhecido como Parque South Forest - , e que abriu com 65 animais em 2007 - ganhou a reputação de ser o pior zoológico do mundo quando foi noticiado que animais mortos mumificados estavam sendo exibido ao lado dos vivos, diz o The Dodo. Isso ocorreu logo depois que o zoológico foi abandonado por três semanas, quando ataques aéreos de Israel contra o Hamas devastaram a região em 2008, deixando muitos animais morrendo de fome.

Como estão os cães resgatados da Universidade de Viçosa

O cão Leônidas ficou quase cego. Felipe sente dor, manca e quase não se levanta. Átila não pode sequer ver água que urina de medo. Além deles, todos os outros 13 cães, resgatados por ONGs e protetores independentes, no último dia 4, da UFV – Universidade Federal de Viçosa (MG), onde eram mantidos como cobaias, estão com cortes nas patas e muito assustados. Os animais foram libertados devido a uma ordem judicial expedida no dia 3 deste mês. Entre os oito cães levados para SP pela ONG Cão Sem Dono, um está com urina preta e outro, ao ser colocado na mesa da veterinária para checagem de sua saúde, não se mexeu, ficou paralizado pelo pânico. À princípio, uma coisa é certa segundo a veterinária Michelly da Cão Sem Dono: todos foram induzidos a osteoartrite, uma doença incurável e, por conta disso, precisarão tomar antiinflamatórios e remédios contra dor pelo resto da vida sendo que eles têm apenas entre 1 e 4 anos de idade. Ou seja, jovens e já condenados a uma enfermidade comum a animais mais idosos e obesos, e bem pouco comum em cães sem raça definida.

Tubarões e arraias grávidas sofrem abortos quando capturadas

Uma nova pesquisa mostra que um quarto das fêmeas de tubarões e arraias grávidas perdem seus filhotes em abortos ao serem capturadas, trazendo à tona um risco pouco conhecido para a sobrevivência destes animais.