sábado, setembro 26, 2020
Curitiba/PR

Castração controla população de cães e gatos abandonados

A solução para o controle populacional de cães e gatos abandonados em Curitiba pode vir da Argentina. Trata-se de um programa de castração, já em funcionamento há oito anos em Almirante Brown, na região metropolitana de Buenos Aires, naquele país. Durante sua aplicação, o número de animais abandonados foi zerado.
Mais uma vítima

Onça-parda morre atropelada na BR-262, no MS

Uma onça-parda foi atropelada na BR 262, em Campo Grande, na saída para Três Lagoas. O animal foi encontrado morto no acostamento e os biólogos do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, foram até o local para recolher a onça. A onça era uma fêmea adulta e será avaliada pelos veterinários e taxidermistas para decidir se o corpo poderá ser empalhado e levado para um museu ou até mesmo usado em trabalhos de educação ambiental.
Aula de consciência

Zoológico prende visitantes em jaulas e liberta animais, em Porto Alegre

Crianças e adolescentes trocam de lugar com animais que vivem em cativeiro no Rio Grande do Sul. Os jovens vão para dentro da jaula, enquanto os bichos ficam soltos do lado de fora.
Vila Real, Portugal

Acidente em estrada causa morte de um cavalo

Uma colisão entre um cavalo e uma viatura ocorreu na manhã desta sexta-feira, na Estrada Nacional 213, perto de Valpaços, no Distrito de Vila Real, em Portugal. O acidente causou a morte do animal que seguia sozinho pela estrada na hora da batida. Um dos ocupantes do veículo ficou gravemente ferido.
Portugal

Maior congresso sobre conservação de aves reúne mais de 200 cientistas

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) organiza entre os dias 5 e 8 de Dezembro o VI Congresso de Ornitologia da SPEA e o IV Congresso Ibérico de Ornitologia, no Centro de Negócios Transfronteiriço de Elvas, numa iniciativa conjunta com a Sociedade Espanhola de Ornitologia. O evento, no qual se esperam mais de duas centenas de ornitólogos, já é uma referência na divulgação da ornitologia e vai focar os temas mais atuais da conservação da natureza. Esta edição irá destacar temas como o impacto das alterações climáticas, a relação da agricultura com conservação das aves e da natureza e ainda a importância das zonas úmidas, do meio marinho e do controle das espécies exóticas, entre outros temas. Além de diversos oradores convidados, o evento conta ainda com a apresentação de trabalhos por parte de dezenas de participantes. Fazem parte do programa algumas saídas de campo para a observação de aves. José Pedro Tavares, dos quadros da RSPB (Royal Society for the Protection of Birds, parceiro da BirdLife International no Reino Unido), é um dos palestrantes convidados que diz: “este congresso, que se realiza a cada 2-3 anos é muito importante, pois é aqui que ficamos conhecendo as últimas novidades no campo da ornitologia portuguesa e ibérica, os resultados dos projetos de diversas equipes e se estabelecem contatos importantes. Além disso, os projetos da SPEA estão na vanguarda dos esforços de conservação a nível europeu e vai ser com certeza uma boa oportunidade para se conhecerem os seus resultados”.
Saiba o que fazer

Tutores são responsáveis por sobrepeso em animais de estimação

Má alimentação, sedentarismo, castração e predisposição genética são os vilões do sobrepeso. Assim como nos seus tutores, a obesidade é um distúrbio grave em animais: é fator de risco para problemas respiratórios e cardiovasculares e ainda predispõe a dores nas articulações. "O mais difícil é convencer os tutores de que a situação é séria e requer tratamento. Em muitos casos, o animal corre risco de morrer", diz o veterinário Roberto de Andrade Bordin, especialista em nutrição animal. "Os tutores são os principais culpados pela obesidade dos seus bichos", afirma Márcia Jericó, diretora do hospital veterinário da Universidade Anhembi Morumbi. Uma pesquisa feita pela ONG inglesa The Blue Cross indica que as pessoas que comem demais e se exercitam pouco costumam ter animais de estimação acima do peso. Elas repetem nos bichos seu (mau) comportamento. "Muitas desconhecem que a ração atende às necessidades nutricionais e exageram nos petiscos e nos alimentos de gente", diz. Antes de encher a barriga de seu bicho de estimação e se orgulhar das formas arredondadas que ele exibe, saiba o que dizem os especialistas sobre os principais erros cometidos pelos tutores de cães e gatos gordos e como mudar de atitude.
Filosofia

Grupo de defesa animal promove palestra sobre ética animal em Rio Grande (RS)

Uma das organizadoras, Márcia Chaplin, do Grupo de Abolição ao Especismo (GAE/RG) afirma que o evento tem o objetivo de fazer com que as pessoas se libertem de conceitos e práticas ultrapassados em relação ao modo de vida humana. “A ideia é que as pessoas questionem certos hábitos de vida que escravizam tanto animais como os humanos”, explica. Márcia diz também que será um momento de reflexão acerca de abordagem, “É possível ser ético com os humanos e ao mesmo tempo não seguir nenhum princípio ético em relação aos animais e ao ambiente?”.
Raramente visto na Europa

Pássaro nativo da Ásia é apreciado e fotografado na Inglaterra

Até parece que essa multidão de fotógrafos está atrás de alguma celebridade de Hollywood, mas o verdadeiro astro desse momento era um pequeno pássaro, chamado felosa-coroada-oriental, parecido com um tentilhão. Nativo da Ásia, ele raramente é visto na Europa. Dougie Holden, o observador de pássaros que o encontrou hoje em Newcastle, na Inglaterra, descreveu a emoção como o mesmo sentimento de “ganhar a copa”. Pouco tempo depois dele avistar a ave, dezenas de outros observadores foram ao local atrás de um momento perto do pequeno pássaro. Para alegria do grupo, o pássaro deu o ar da graça e pôde ser não só observado, como fotografado, com o glamour que as celebridades costumam ter.
Restrito ao Paraná

Justiça determina que Ibama fiscalize animais de circo

A 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu, em julgamento ocorrido nesta semana, que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama - tem o dever de fiscalizar o tratamento dado aos animais exóticos expostos em circos no estado do Paraná. Após receber informações da Associação Xamã de que existiam muitos animais sofrendo maus tratos em circos que se apresentavam no estado, o Ministério Público Estadual (MP) ajuizou ação civil pública na Justiça Federal requerendo que o Ibama fosse obrigado a fiscalizar, cadastrar, apreender e repatriar animais exóticos em caso de irregularidades. Ao ser intimado, o instituto argumentou limitação orçamentária e funcional, aduzindo ainda que não podem ser considerados maus tratos se o animal está hidratado, alimentado e com a cela limpa, além de que sua função estaria restrita ao cuidado com animais silvestres. A sentença de primeiro grau considerou improcedente a ação. A decisão levou o MP a recorrer ao tribunal sustentando que não há nada que diferencie animais de circo exóticos de animais silvestres e que ao Ibama cabe atender a todas as espécies de igual forma. Para a procuradoria, o tratamento inadequado, segundo as necessidades específicas da espécie, deve ser considerado um mau trato. Um exemplo está no depoimento de uma testemunha do processo, que relatou que um chimpanzé estava sendo colocado no globo da morte como atração. Portanto, a simples verificação de alimentação e limpeza da jaula não seria o suficiente, sustentou o MP, mas uma verificação ampla das condições de exploração dos bichos, expostos a vários tipos de violência.
Los Angeles/EUA

Pesquisa revela que tutores estão despreparados para emergências com animais

Ainda que a maioria dos tutores de cães e gatos afirmem serem capazes de realizar uma respiração boca a boca nos animais em perigo, muitos estão despreparados para lidar com outros tipos de emergências. Os dados foram colhidos em uma pesquisa da Associated Press.A pesquisa foi feita via telefone com 1.166 tutores de animais. Dsetes, 58% disseram que seriam capazes de fazer ao menos uma respiração boca a boca caso necessária.Apesar dos números animadores sobre a ressucitação de emergência, a pesquisa mostrou que há falta de preparo no caso de outras ocorrências. 54% dos entrevistados nunca haviam pensado sobre um plano de evacuação para o animal em caso de incêndio, e apenas 20% deles possuíam um kit de primeiros socorros específico.
Maldade/EUA

Polícia salva 30 cães da raça Shih Tzu maltratados por “tutora”

Oficiais apreenderam 30 cães na terça-feira da casa de uma mulher, após executar um mandado de busca garantido por suspeitarem de crueldade contra animais. A polícia suspeita de que a mulher os tenha forçado a se reproduzir e vendido os animais de sua casa. Os animais confiscados eram todos da raça Shin Tzu e muitos tinham problemas na pele, dentes arrancados, doenças nos olhos e fezes espalhadas e emaranhadas por todo o pelo, segundo os oficiais do controle de animais.
Sadismo e covardia

Uganda põe fim à proibição da caça de animais selvagens

Uganda tomou a decisão ultrajante de pôr fim a décadas de proibição da caça de animais selvagens, como elefantes e búfalos. a Uganda Wildlife Authority afima que algumas populações de animais cresceram a ponto de tornarem-se um suposto "obstáculo" para os agricultores locais, interrompendo as rotas de criação de gado e danificando plantações. Se nenhuma medida for tomada no sentido de impedir esse massacre da fauna selvagem, turistas estrangeiros com alto poder aquisitivo poderão pagar os elevados preços para caçar elefantes, leopardos e outros animais de grande porte, no Uganda Wildlife Safaris.