fbpx
terça-feira, janeiro 21, 2020
Salvador/BA

Peixes surgem em poças de água deixadas pela chuva

Mesmo depois de alguns dias sem chuva, moradores de Salvador ainda sofrem as consequências das enchentes que atingiram a cidade. Por causa dos bueiros entupidos, não há escoamento de água no bairro Baixa do Fiscal. Começaram até a surgir peixes na água empoçada. A Sucop - Superintendência de Conservação e Obras Públicas de Salvador - informou que um projeto de drenagem foi elaborado para solucionar definitivamente o problema no bairro Baixa do Fiscal.
Mundo animal

Por que os gatos têm medo de banho?

Se você vive bolando estratégias para conseguir que o seu gato de estimação não fuja de medo na hora do banho certamente, vai descobrir o desafio de enfrentar uma herança milenar da linhagem genética dos gatos domésticos. É que a aversão que os bichanos têm da água se deve a sua origem na trajetória de evolução dos felinos. Foi nessa região que começou o processo de domesticação desses animais, há 10 mil anos, numa época em que começava o desenvolvimento da agricultura e a estocagem de grãos.
Rio de Janeiro

Campanha de adoção de animais ocupa pela primeira vez o Largo da Carioca

Nesta quinta-feira (4/6), das 12h às 17h, a Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais (Sepda) realiza mais uma campanha de adoção de cães e gatos, desta vez no Largo da Carioca, no Centro do Rio de Janeiro. Cerca de 30 animais, entre adultos e filhotes, estarão à disposição dos interessados no local, que pela primeira vez será utilizado para essa ação. Quem quiser levar um novo mascote para casa deverá apresentar, no ato da adoção, a carteira de identidade e um comprovante de residência, além de responder a um questionário e assinar um termo de responsabilidade.
Brasília/DF

PM apreende pássaros na Rodoviária do Plano Piloto

Dois pássaros nativos da fauna brasileira foram apreendidos no início da tarde de segunda-feira (1/6), por volta das 12h30, com um homem na Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília. O vendedor de 27 anos foi detido por agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA) e pagará multa de R$ 500 por animal.
Comércio cruel

Ibama desmonta ‘açougue’ de animais silvestres no Acre

O dono de um açougue improvisado oferecia cortes de veado e porco do mato, caçados nas matas da região. O crime foi descoberto pelo Ibama nesta segunda-feira (1º). Por meio de um telefonema anônimo, os fiscais chegaram até o local, onde apreenderam 47 quilos de carne de animais silvestres. Também foram confiscadas duas balanças e R$ 300 em dinheiro, provenientes da venda dos animais.
Exploração

Protetores de animais criticam a novela ‘Caras e Bocas’

As cenas com o macaco Xico em 'Caras e Bocas' têm incomodado bastante a Sociedade Mundial de Proteção Animal. A instituição tem feito vários protestos cobrando a retirada do bicho do folhetim das sete da Globo. A informação é do ‘Jornal da Tarde’, desta terça-feira (2). Segundo o jornal informou, o diretor da emissora, Luís Erlanger, disse, em uma carta enviada à imprensa em resposta às reclamações, que Xico não será cortado da novela, mas vai terminar na selva.
Coma mais vegetais

Consumo de carne vermelha é associado a cegueira

O consumo regular de carne pode aumentar significativamente o risco de cegueira na velhice, de acordo com um estudo conduzido por investigadores do Centro de Pesquisa Oftalmológica na Austrália. Os investigadores observaram o risco de degenerescência macular devido à idade em 6.734 pessoas entre os 58 e os 69 anos que tinham dado informações detalhadas sobre os seus hábitos alimentares.
Impacto ambiental

Ação humana levanta barreiras e faz animais desistirem de migrar

Cercas, plantações, construções. Existe tanta coisa no meio do caminho das espécies terrestres que migram que algumas simplesmente pararam de fazer isso. Os pesquisadores do Museu Americano de História Natural observaram 24 espécies – animais grandes, com mais de 20 quilos, como alces, zebras e antilocapras. E concluíram que essas populações estão migrando menos e diminuindo de tamanho.
Pets

Saiba como emagrecer o cachorro ‘gordinho’ e mantê-lo saudável

Quem gosta de ver um cachorro cansado e encostado pelos cantos? O motivo do desânimo do seu melhor amigo pode ser a alimentação inadequada. Um pãozinho com manteiga no café, uma lasquinha de bife no almoço, aquelas bolachinhas na hora do lanche... A quantidade e a qualidade dos alimentos que o cão ingere é decisiva para o comportamento do animal e para a qualidade do relacionamento com o tutor.
Rio Grande do Sul

Assembleia Legislativa aprova projeto sobre cães e gatos de rua

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta terça-feira (2), o projeto (PL 154/2008) do deputado Carlos Gomes (PPS), dispondo sobre o controle da reprodução de cães e gatos de rua no Rio Grande do Sul. A matéria define as diretrizes a serem seguidas por programas de controle reprodutivo dos gatos e cães em situação de rua e medidas que visem à proteção desses animais, por meio de identificação, registro, esterilização cirúrgica, adoção e campanhas educacionais de conscientização pública da relevância de tais medidas. Veda, ainda, o extermínio dos animais.
Não resistiu

Morre filhote de onça-parda que teve corpo queimado pelo fogo de canavial

O filhote de onça-parda, de aproximadamente 40 dias, pesando cerca de 2,5 quilos, que foi encontrado na tarde de sábado em um canavial entre Assis (180 quilômetros de Bauru) e Paraguaçu Paulista infelizmente morreu. O filhote do sexo feminino, que recebeu o nome de Gábi, estava com 80% do corpo queimado e morreu por insuficiência respiratória em decorrência das queimaduras. corre risco de morte. O felino foi recolhido pela Associação Protetora de Animais Silvestre de Assis (Apass) e ontem se alimentou pela primeira vez. As queimadas, tanto na zona rural quanto na zona urbana, são crimes ambientais.
'Seja vegano'

Livro apresenta veganismo com linguagem informal e cartuns

“Seja vegano” é um livro que inova ao oferecer um contato inicial, mas abrangente, para o interessado em conhecer o veganismo, prática ética de não exploração dos animais. Escrito pelo veterinário Wilson Grassi, tem 110 páginas com texto em linguagem informal, como numa conversa, sem complexidades teóricas. Cerca de 30 cartuns desenhados por Adriano Saran ilustram praticamente cada uma das ideias na publicação. Saiba mais.