fbpx
terça-feira, janeiro 21, 2020
Arqueologia

Espécie de tartaruga jurássica é descoberta na Tailândia

Os restos fósseis de uma tartaruga encontrada na Tailândia foram catalogados pelos cientistas como uma nova espécie do período jurássico com 150 milhões de anos, informa hoje a imprensa local. O exemplar, duas peças de aproximadamente 90 centímetros de largura, foi descoberto em 2005 pelo Departamento de Recursos Minerais do Governo na província de Mukdahan, 450 quilômetros ao noroeste de Bangcoc.
Pesca com explosivos

Morre golfinho resgatado no litoral pernambucano

Um golfinho-rotador (Stenella longirostris), mesma espécie dos que habitam o entorno do arquipélago de Fernando de Noronha, resgatado na tarde de hoje (22) em Serrambi, litoral sul de Pernambuco, por fiscais do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação, morreu ao chegar no Centro de Mamíferos Aquáticos, em Itamaracá, PE. Há suspeitas de que a morte tenha sido provocada pela pesca com explosivos.
Sea Shepherd

Capitão Paul Watson é preso em Portugal

O capitão Paulo Watson, líder da Sea Shepherd, considerada a ONG de proteção dos mares mais ativista do mundo, foi preso na Ilha da Madeira, em Portugal devido a um mandado de captura datado de 30 anos atrás. Paul Watson foi preso no aeroporto da Madeira quando chegou para a reunião anual da Comissão Baleeira Internacional que se realiza durante esta semana no Funchal.
Intimidação

Presidente da ONG ANIMAL recebe ameaças

A ameaça é especialmente dirigida contra o Presidente da ANIMAL, Miguel Moutinho, e também contra os restantes membros e apoiadores da ANIMAL que costumam participar nas manifestações anti-touradas em frente à Praça de Touros do Campo Pequeno, sempre que nesta ocorre uma tourada.
Crueldade não é cultura

Tradições espanholas cruéis podem passar a ser Patrimônio Cultural da Humanidade

Durante a semana de 22 a 30 de junho, representantes da UNESCO se reunirão em Sevilha (Espanha) para definir as festas espanholas que se converterão em Patrimônio Cultural da Humanidade. Entre elas, por mais absurdo que pareça, está a corrida de touros de San Fermín (Pamplona). O festejo ocorre todos os anos em julho em homenagem ao Santo Padroeiro de Pamplona, tendo sempre resultado negativo que inclui a morte dos animais explorados e de pessoas.
Inimaginável

Será julgada só em 2012 mulher que salva gata

Depois de duas sessões adiadas, foi remarcado para 2012 o julgamento da mulher que salvou uma gata, em Carnaxide (Oeiras), Portugal, e depois foi acusada pela tutora do animal de furto e chantagem. Cláudia Sousa terá de aguardar mais três anos, sujeita ao termo de identidade e residência, até voltar ao banco dos réus dos Juízos Criminais de Lisboa, para ser julgada pelo furto de uma gata. O julgamento foi adiado por duas vezes devido a problemas técnicos no tribunal.
Covardia

Começa em Portugal reunião da Comissão Baleeira Internacional

Começa hoje no Funchal, capital da Ilha da Madeira, Portugal, a reunião anual da Comissão Baleeira Internacional. A 61ª reunião vai discutir entre outras coisas as cotas de sobrevivência para as populações autóctones, os métodos de caça, a conservação da espécie, as infrações e questões orçamentais e financeiras.
Por trás das grades

Zoológicos: crueldade travestida de diversão

Para quem gosta de animais ir ao zoológico é um martírio. Lá os encontramos em ambientes totalmente artificiais, expostos à curiosidade dos visitantes, em espaços exíguos, muitas vezes deprimidos ou estressados. Embora existam zoológicos que forneçam um pouco mais de dignidade aos animais, o fato de mantê-los confinados fora de seus habitats naturais já pode ser considerado uma violência. De acordo com o promotor de justiça Laerte Fernando Levai, “manter animais confinados atrás das grades pode, a meu ver, configurar infração ao artigo 32 da Lei 9.605/98, que define o crime de abuso e maus-tratos”.
Desaparecendo

Ursos-polares e morsas do Alasca em perigo

É mais um dado que alerta para as consequências do aquecimento global: a população de ursos-polares no Alasca está diminuindo e o mesmo está acontecendo com as morsas do Pacífico. A informação consta de relatórios dos Serviços de Peixe e Vida Selvagem do Governo norte-americano, que apontam o degelo e a mortalidade das espécies causada pela intervenção humana como os principais fatores de risco. "Os ursos-polares e as morsas correm sérios riscos e, a menos que se aja rapidamente para reduzir a emissão de gases que causam o efeito de estufa e se protejam os seus habitats da indústria petrolífera, podemos perder estes dois ícones do Ártico", enfatiza Brendan Cummings, diretor do programa dos oceanos do Centro de Diversidade Biológica, uma organização não governamental com base no Arizona, nos Estados Unidos da América.
Em risco

Poluição e excesso de tráfego marítimo podem extinguir mamíferos em 30 anos

Os golfinhos podem desaparecer do Estuário do Sado em menos de 30 anos, segundo o alerta de uma equipa de biólogos. Depois do desaparecimento destes mamíferos do Tejo, isto significaria que Portugal perderia a única população residente de golfinhos que ainda possui.
Animais de rua

Rede de Proteção Animal de Curitiba é exemplo para outras cidades

A Rede de Defesa de Proteção Animal, lançada em abril pela Prefeitura de Curitiba, está atraindo a atenção de cidades de outros Estados do país. Uma das cidades interessadas é Blumenau (SC). A Prefeitura de Blumenau enviou representantes a Curitiba para conhecer o programa, entre eles o vereador João José Marçal. A Rede foi apresentada ao grupo de Blumenau na sexta-feira (19), durante visita ao Passeio Público, pelo coordenador do programa, Marcos Traad, que também diretor do Departamento de Zoológico da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.
Violência contra animais

Polícia flagra rinha de galo em Venda Nova, MG

Policiais militares do Meio Ambiente flagraram nesta manhã (21) uma rinha de galo na região de Venda Nova, em Belo Horizonte (MG). Dois dos animais que encontravam em combate estavam feridos e com sangramentos. Eles foram encaminhados para uma clínica veterinária, medicados e estão em observação. O restante recebeu lacres de identificação da polícia e permaneceram no endereço da rinha.