sábado, junho 6, 2020
Conheça e identifique

Dermatite alérgica é um dos problemas mais comuns entre cães e gatos

Um dos problemas de saúde mais comuns entre cães e gatos são as doenças de pele. Aproximadamente 40% dos casos atendidos em clínicas veterinárias para animais de pequeno porte são decorrentes de problemas dermatológicos e, dentre eles, o mais comum é a dermatite alérgica. Os animais que apresentam dermatite ficam muito inquietos, coçam e esfregam a pele prolongadamente, chegando a formar feridas, o que incomoda muito aos tutores que não conseguem conviver com o sofrimento do animal. “A dermatite é uma inflamação das camadas superficiais da pele, que é acompanhada de bolhas, vermelhidão, inflamação, supuração, crostas, escamação e, frequentemente, prurido, podendo ocorrer espessamento e mudança de coloração”, explica a médica veterinária Ivana Carvalho.
São Leopoldo, RS

Situação de canil improvisado preocupa município

O amor que a aposentada Marina Cândido Pereira, 73 anos, dispensa aos quase 300 animais que ela cuida em casa – 250 cães e 25 gatos – está causando preocupação ao Município, já que não há veterinário responsável pela saúde dos bichos e, segundo a Vigilância Sanitária, as condições são inapropriadas. No dia 23 de junho, a fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente e técnicos da Vigilância Ambiental estiveram na casa e enviaram notificação alertando que a situação é inadequada e que os animais devem deixar o local. No entanto, segundo o diretor e veterinário responsável do Centro Municipal de Proteção aos Animais de São Leopoldo (Cempa) Fábio Trindade, a Prefeitura não tem condições de abrigar os animais por enquanto. E para que Marina pudesse cuidar dos bichos em casa, teria que montar um canil com registro ou criar uma Organização Não Governamental. Nas duas situações, ela precisaria contar com a ajuda de um veterinário. Para ele, a reprodução sem controle ajuda a aumentar muito o número de cachorros. "Além disso, muitos pegam um animal para criar e quando não querem mais deixam na porta da casa dela.’’ O veterinário diz que o Centro Municipal de Proteção aos Animais pretende ajudar de alguma forma, mesmo que seja com a castração dos bichos. Mas explica que não há condições de retirar os animais agora. "Temos 380 cães aqui e recebemos de cinco a dez ligações por dia pedindo auxílio em relação a animais de rua. Hoje, não temos condição, mas pretendemos ajudá-la futuramente.’’
Sofrimento pelas mãos humanas

Milhares de ovelhas sofrem mutilações durante procedimento de retirada do pelo, na Austrália

Todo ano, milhões de ovelhas na Austrália são mutiladas durante um procedimento chamado ‘mulesing’ (prática em que o animal é friamente mutilado e ferido, para a "melhor retirada" do pelo). Muitos fazendeiros australianos usam tesouras para soltar o pelo, e isso fere e retira enormes pedaços de pele das ovelhas. Outros usam pinças para comprimir e esticar cruelmente a pele do animal, deixando-o gravemente ferido. Estas feridas fazem com que sua pele e músculos morram e apodreçam semanas depois. Muitos animais morrem nestes processos. Ambas as formas
Defensora dos direitos animais

Natalie Portman conta sobre o livro que a influenciou na sua escolha pelo veganismo

A atriz Natalie Portman escolheu o Huffington Post para escrever sobre como o autor Jonathan Safran Foer ("Tudo É Iluminado"), em seu livro "Comer Animais", mudou seus hábitos vegetarianos já restritos para algo ainda mais ético.
Vidas torturadas

Investigação coletiva expõe o sofrimento de animais em laboratórios israelenses

Como parte de uma campanha para mostrar o que acontece em laboratórios em Israel, câmeras ocultas foram instaladas em grandes institutos que conduzem experimentos em animais: Hebrew University, Tel Aviv University, Bar Ilan University, Ben Gurion University...
A senciência é a mesma

Campanha instiga as pessoas a pensar sobre as semelhanças entre o sofrimento dos animais e o dos seres humanos

Esta semana, estudantes da Universidade do Texas (EUA) poderão se surpreender ao ver imagens chocantes de crueldades cometidas contra animais humanos e não humanos, e que fazem parte de uma campanha de quatro dias organizada pela Peta2 e Students Against Cruelty to Animals. Os manifestantes organizaram uma exibição que compara imagens de crueldade contra animais a imagens de crueldade contra seres humanos em circunstâncias semelhantes. Os dois grupos estão trabalhando juntos para promover alternativas veganas e vegetarianas em alimentos e cosméticos, e para por um fim à experimentação animal na universidade, em Austin.
Mais bem aproveitado

PETA quer transformar ex-rancho de Elvis Presley em museu dos direitos animais

Quando pensamos em Elvis Presley, o primeiro assunto que vem à mente não é nem de longe direitos animais. Mas, se depender do PETA, essa ligação existirá em breve. O novo projeto do PETA consiste em transformar uma das antigas propriedades de Elvis Presley em um museu dos direitos animais, chamado “Don’t be cruel” (Não seja cruel), que serviria como um centro de aprendizado para crianças. A idéia surgiu depois que o dono atual do local colocou a propriedade à venda pelo valor nada popular de U$6,5 milhões. Considerando que a venda poderá levar alguns anos devido à situação do mercado, o PETA resolveu apresentar o projeto para que o local seja útil nesse meio tempo.
Crendice e maus-tratos

Gatos pretos amargam época de Halloween na Inglaterra

O Halloween é uma época ruim do ano para os gatos pretos por sua tradicional relação com bruxas, feitiços e espíritos do mau. Na Grã-Bretanha, os registros de maus-tratos contra gatos pretos aumentam nas semanas próximas ao Halloween, disse na quarta-feira a associação protetora dos animais RSPCA. Mas parece que as pessoas não tratam mal os gatos pretos apenas em outubro, mas também no resto do ano. Nos abrigos para animais, eles demoram mais para encontrar pais adotivos, provavelmente pela superstição que gira em torno deles, declarou a associação.
Covardia

Cadela que teve seu corpo queimado se recupera, nos Estados Unidos

A polícia de Welsh, nos Estados Unidos, tem um homem sob custódia acusado de atacar brutalmente uma cadela, pondo fogo nela. A fêmea de Labrador preta, que desde então vem sendo chamada de "Chance", foi descoberta semana passada com o lado direito de seu corpo queimado.
Programa Extinção Zero

Livro analisa distribuição das espécies ameaçadas de extinção no Pará

Será lançado nesta quarta-feira (28), o livro "Espécies Ameaçadas de Extinção e Áreas Críticas para a Biodiversidade no Pará", que apresenta os novos resultados do projeto Biota Pará, iniciado em 2003, como fruto de uma parceria entre o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), a Conservação Internacional (CI) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA). A obra, que foi organizada pelas biólogas Ana Luisa Albernaz (Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia) e Teresa Cristina Avila-Pires (Coordenação de Zoologia), pesquisadoras do MPEG, será lançada em cerimônia marcada para as 17 horas, no Espaço Ernst Lohse, que abriga a livraria do Museu Goeldi, no Parque Zoobotânico.
Castração gratuita

Minicentros de esterilização são reinaugurados no Rio de Janeiro

Dois minicentros do programa de esterilização gratuita Bicho Rio são reabertos nesta quarata-feira inteiramente reformados. As unidades de Jacarepaguá (Zona Oeste) e do Largo do Machado (Zona Sul), agora são dotadas de espaço de trabalho com maior qualidade. O serviço é oferecido pela Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais. O Bicho Rio oferece esterilização gratuita de cães e gatos desde 2003, o que diminui a quantidade de animais vítimas de abandono nas ruas. Este serviço de controle populacional é oferecido somente para os moradores do município do Rio de Janeiro.
Canadá

Homem espanca cadela em caminhada no parque e é indiciado pela polícia

Uma cadela foi resgatada pela polícia no sábado (24), após seu tutor ter sido visto espancando-a em um parque de Toronto, no Canadá. Ela caminhava com a família no parque quando o pai começou a abusar do animal. Se condenado, ele poderá ser sentenciado a dois anos de prisão, receber uma multa de $50.000 dólares e ser proibido permanentemente de criar animais de estimação.