terça-feira, agosto 4, 2020
Início Colunistas Vanguarda Abolicionista

Vanguarda Abolicionista

Jornalista multifuncional, ativista pela libertação animal, anti-especismo e veganismo. Vegetariano desde 1995 e vegano desde 2006, diretor-geral da Vanguarda Abolicionista, voluntário em outras ONGs, músico independente e ateu praticante.

Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Natal, pedaladas emocionais e faca no peru

Todo ano é a mesma coisa, e nos shoppings centers a beleza parece estar na simetria. Em finais de outubro, o comércio já se antecipa e coloca uma cabeça de Papai Noel na vitrine. Ou umas bolas vermelhas. É a senha para os demais fazerem o mesmo, enquanto a clientela pensa 'puxa, já chegou o Natal, nem vi o ano passar'. Na mídia, o assunto é o décimo-terceiro salário e como melhor gastá-lo com presentes e festejos natalinos, 'dicas em tempo de crise' e 'o que cabe no bolso e na mesa do brasileiro'. Carne como cúspide.
Vanguarda abolicionista - marcio de almeida bueno

Chega de peso nas costas da mula do veganismo

Mula. Cruza de jumento com égua, nossa simpática quadrúpede foi muito usada ao longo da Hisória da humanidade para carregar peso nas costas. Fazenda, mineração, guerra - você diz o seu ramo favorito de produção e desenvolvimento, e eu lhe respondo com 'mula'. Cascos que puxaram os interesses de outros para frente, sem opção de escolha. Então hoje o veganismo, tal como essa mula, está recebendo nas costas diferentes tipos de carga, de origens diversas e com valores questionáveis. Temo pelas pernas da mula, que mal se firma neste mundo de trilhas acidentadas, e já ganha peso-morto a cada curva, a cada nova ideia genial, a cada discussão & linchamento-amarrado-em-um-poste nas tais redes sociais. De cada um que se acha importante o suficiente para ter direito, ele sim!, de despejar uma nova bigorna no compartimento de carga do animal. Como se estivesse sobrando espaço ou como se isso facilitasse o caminhar.
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Da violência contra éguas e mulheres

No vídeo, o cavalo está caído no chão, com as patas amarradas, e preso a um poste de madeira. Ele se debate, tenta se levantar - sem sucesso. Um gaúcho se aproxima - aquele bem caricato, com roupa típica, bigodão - e, com o chicote, espanca o rosto do cavalo. A cena é brutal. A pessoa que filma dá risadas. Pela voz, percebe-se que é uma mulher.
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

A dama e o veado

De maneira que esse amor sob confinamento, quase uma cena de S/M, é perceptível no momento em que uma das partes está com uma corda no pescoço. Claro, nem todos percebem essa sutileza, linha tênue que separa uma história emocionante, 'inspiradora e exemplar', de um relato ingênuo que vê brilho nas molduras da tristeza. É como vejo o caso de Janet Schwartz e seu veado Bimbo.
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

A dor do outro ou ‘o Grand Canyon que precisamos fechar’

"Bom, nós estamos indo muito bem, eu suponho / Com nossos carros reluzentes e roupas da moda / Eu visto preto pelo velho doente e solitário / Eu visto preto em luto pelas vidas que poderiam ter existido / Há coisas que nunca serão corretas / E coisas que precisam de mudanças em qualquer lugar que se vá" - Johnny Cash, em 'Men in black' E aí as pessoas ditas instruídas, esclarecidas, antenadas no mundo porque usam muito o celular, experientes, 'exemplo para a família', pouco se importam com o trajeto que a comida fez até chegar a seus dentes. Muitos dão risada, do eco-churrasqueiro ao egóico que está na vida para aproveitar, e dane-se o remorso.
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Couro não tem problema ou ‘Do descolamento de questões geminadas’

Transita neste mundo um curioso tipo de pessoa. Especificamente falando, claro, pois há muitos tipos curiosos que podemos espiar pela janela. Essa pessoa em questão se autointitula defensora dos animais, militante da causa, dá voz e vez, até levanta cartazes em público. Ok-ok, sem tirar mérito quanto a isso, até porque estamos em uma brutal realidade que há muito mais soldados voluntários e generais ricos em guerra contra os não-humanos do que o contrário. Mas a mira do meu laser neste momento busca o fato de que essa pessoa, faceira, leva sua vida de 'abobalicionista' usando sapato de couro. Bolsa de couro. Casaco de couro. Sim, realmente conheço alguns. E couro legítimo.
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Dos cachorrinhos de madame ou 'Um puxão na Condessa'

Então se convencionou que este animalzinho aqui, mas este aqui, ó, vai emocionar a todos nós com sua fofura fotogênica. Vamos todos emoldurar sua foto, compartilhar nas redes sociais, e ensinar às crianças o valor do amor aos animais - apontando-se para a imagem deste animalzinho aqui, ó. Para ficar bem claro. Haverá quem diga 'parece gente, né?', e 'até faz parte da família'. Apontando para o animalzinho em questão, fofo, fotogênico e, vá lá, com melhor sorte que outros. Está valendo o quanto custou, pensa o pai que passou o cartão na hora da compra.
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

O agradecimento dos animais pelo Natal ou ‘Hoje eu sou uma estrela’

Esqueça o oba-oba das lojas, os empurrões no trânsito e a expectativa de folga, bebida e comilança. Somente o olhar dos animais não humanos...
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Festas de final de ano: não deixe tudo para a última hora

Então começou a vibração invisível que toma conta da maioria das pessoas, pela proximidade das festas de final de ano. A mídia bombardeia, as...
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Férias para alguns, gaiola e a ética do Lattes

Foto: Marcio de Almeida Bueno Chega o obrigatório final do ano e todo aquele que contribuiu para este nosso belo quadro social anseia por umas...
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

O que você promete aos animais?

Diz você a palavra amor como acessório indissociável a toda referência que faz 'aos animais'? Algo difuso, para alguns escolhidos sortudos. Mesmo que ignore,...
Vanguarda Abolicionista - Marcio de Almeida Bueno

Páscoa: chocolate sempre ao leite e coelhos fofos e dentuços

Então agora foi dado o start para as pessoas se agitarem na freqüência 'Páscoa'. A maioria aí sequer explicaria sem gaguejar o que diabos...