fbpx
quinta-feira, abril 9, 2020
Início Colunistas Direitos dos Grandes Primatas

Direitos dos Grandes Primatas

Microbiologista e empresário, o cubano naturalizado brasileiro Pedro A. Ynterian chegou ao país há mais de 30 anos e sempre foi um admirador de animais, em especial dos primatas.

Sua vida mudou completamente em 1999, quando comprou em um criadouro comercial Guga, um bebê chimpanzé de 3 meses de idade, com a ideia de criá-lo no apartamento que morava em São Paulo. Em pouco tempo ele percebeu que ter um chimpanzé como pet não fazia o menor sentido e esse foi o primeiro passo para a montagem do primeiro Santuário dos Grandes Primatas no Brasil, localizado em Sorocaba.

O resultado foi o grande envolvimento na questão de proteção e defesa dos direitos dos grandes primatas e a filiação ao movimento internacional GAP – Great Ape Protection. As atividades de denúncia, resgate de animais vítimas de maus-tratos e divulgação de informações ganharam muita notoriedade e desde setembro de 2008 o Brasil foi eleito como sede do Projeto GAP Internacional, tendo Dr. Pedro como seu presidente. Atualmente ele ocupa o cargo de Secretário Geral, coordenando as atividades de divulgação do projeto.

No Brasil o GAP tem quatro santuários afiliados, entre os quais o de Sorocaba, que juntos abrigam mais de 80 chimpanzés, entre outros animais resgatados de maus-tratos em circos, zoológicos e outras atividades comerciais.

 

Direitos dos Grandes Primatas - Pedro A. Ynterian

Um país para os chimpanzés

Pode ser qualificada como utopia, ou uma ideia irracional, ou uma proposta demagógica. Porém, é uma ideia instigante e talvez um sinal de solução para salvar uma espécie condenada irremediavelmente a extinção se algo dramático não for feito nas próximas duas décadas.
Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

O caso Sandra

Sandra, orangotango fêmea de 30 anos de idade, nascida na Alemanha, se encontra em um limbo no Zoológico de Buenos Aires. O Diário La Nación, da Argentina, publicou hoje uma matéria em que recapitula o seu caso e menciona a possibilidade de que seja transferida para o Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba, afiliado ao Projeto GAP, nos próximos meses.
Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

A inteligência dos chimpanzés

A cada dia, com mais frequência, temos informações da capacidade e inteligência dos chimpanzés para entender e resolver problemas colocados em sua frente, como fazem os humanos. Em uma última descoberta de cientistas japoneses, trabalhando com um casal de chimpanzés e um de humanos no jogo desenvolvido pelo prêmio Nobel de Economia de 1994, John Nash, eles demonstraram uma habilidade matemática similar ou superior a humana.
DIREITOS DOS GRANDES PRIMATAS - DR. PEDRO A. YNTERIAN

Operação Boitatá: a serpente de um milhão de dólares

Era junho de 2011, Carlos Magno Abreu, analista ambiental do IBAMA, mais conhecido como “Batata”, apelido da Faculdade, entrava no Zoonit – Zoológico de Niterói – acompanhando a operação do IBAMA, com apoio da Polícia Federal, para fechar aquele centro de maus tratos e tráfico de animais. Parou em frente ao hóspede mais conhecido do Zoológico, o chimpanzé Jimmy, que o olhava de sua jaula com curiosidade. Ele pensou para si “isso não está certo”. Os olhares se cruzaram e existiu uma conexão; mentalmente pediu desculpas para Jimmy pelo absurdo de ser obrigado a viver naquela prisão por indivíduos de sua espécie e lhe garantiu que iria colocar atrás das grades os que fizeram isso com ele. Segundo Magno, Jimmy, de forma indireta, talvez seja o principal responsável pela Operação Boitatá.
Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

A vida em família

Chego um pouco depois do amanhecer onde está César com sua mãe, Samantha, e sua irmã Sofia. Entro no recinto deles e a família se encontra numa das casas de dois andares, na parte externa, no teto da mesma. Peço para trazer-me o César, já que eu não tenho como subir lá encima. Sofia carrega o César em seu abdômen e desce com ele, com grande facilidade, o entrega para mim e volta para o teto.
Direitos dos Grandes Primatas - Dr. Pedro A. Ynterian

O caso da jiboia albina: o Zoonit não é o único

Dez anos atrás, denunciamos o Zoonit ao IBAMA como um centro de tráfico de animais. Naquela época tivemos acesso aos registros de entrada de animais enviados por diversos órgãos aquele Zoológico, para seu resgate. Se comparássemos a entrada com o plantel existente, era evidente que uma boa parte daqueles animais tinha desaparecido. O chimpanzé Jimmy, o leão infectado com a AIDS felina (Sansão) e mais de 30 macacos-pregos que vieram para o nosso Santuário, dois anos atrás, representam o auge da nossa denúncia, que terminou no fechamento daquele lugar horrível, onde mais de 400 animais se "acotovelavam" em menos de 10.000 metros quadrados - tamanho dos recintos que Jimmy e suas três filhas adotivas desfrutam no momento.
Direito dos Grandes Primatas - Pedro A. Ynterian

Dee-Dee foi embora…

Deanna nasceu em 29 de março de 1994 dentro do tenebroso complexo reprodutivo da Fundação Coulston, no Estado do Novo México, nos Estados Unidos. Sua mãe, Alison, e seu pai, Dave, eram geradores de bebês chimpanzés. Alison não perdeu sua filha logo ao nascer como era habitual; ficou com ela por quase um ano, acompanhada de uma outra mãe, Montessa, que criava outro bebê, Seve. Dois dias antes de Deanna completar um ano, ela e sua mãe foram anestesiadas. Quando Alison acordou, Deanna não estava mais com ela.
DIREITOS DOS GRANDES PRIMATAS - DR. PEDRO A. YNTERIAN

Debate aberto: zoológicos devem existir?

Nos próximos dias a Prefeitura do Rio de Janeiro estará analisando, talvez de fontes privadas, propostas para arrendar o Zoológico da cidade, que está fechado devido a dezenas de irregularidades e maus tratos aos animais, tristemente lá hospedados. O conceito de zoológicos é totalmente ultrapassado, mas o Brasil ainda insiste que devem existir e sejam locais de divertimento de humanos e de sofrimento de animais. Para enriquecer este debate, pegamos emprestada a opinião de Carlos Magno Abreu, analista ambiental do Ibama, que já esteve envolvido nesse mundo de zoológicos e tráfico de animais, como relata em seu livro a Operação Boitatá e a Serpente de um Milhão de Dólares.
Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

Monti: o prisioneiro mais antigo clama por liberdade

O chimpanzé Monti tem 45 anos de idade. Passou todos esses anos na mesma prisão, frente ao público, sem possibilidade de privacidade, nem companhia. Monti é o mais antigo prisioneiro de consciência argentino, já que é inocente de qualquer delito. Sua única culpa é ter nascido Primata Não Humano, e ser usado para entreter e divertir o público que frequenta o Zoológico de Santiago del Estero no país irmão.
Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

Charles: um inconformado

O seu corpo estendido no chão, olhando para o teto, sua boca semi aberta, seus lábios e mucosas de cor azulada. A falta de oxigênio nos minutos finais que detonaram sua vida era evidente. Ainda era cedo, na manhã quando fui colocar sua primeira refeição ele não estava por lá. Vi as fatias de pão sem mexer, do dia anterior, o que nunca tinha acontecido antes. Charles não deveria sentir-se bem, pensei. Porém, não o procurei. Minha voz desatava nele uma fúria intensa e o transportava a algum passado já remoto de alguém, como eu, que deve tê-lo machucado profundamente. No primeiro dia de Charles no Santuário, eu encostei na grade e apoiei meu tênis, que geralmente todos gostam de apreciar, mas esta vez a reação dele foi imediata, tentou segurá-lo. O seu objetivo era arrancar o tênis e atingir o meu pé. Rapidamente me livrei de sua força imensa. Essa foi a sua recepção para mim.
Direito dos Grandes Primatas - Pedro A. Ynterian

Um negócio das arábias: "De cassinos a gorilas…"

Agora que temos nos aprofundado mais no conhecimento dos objetivos da Fundação John Aspinall, da Inglaterra, parceira do Zoológico de Belo Horizonte, na união teatral e mercadológica entre o gorila macho Idi Amin e duas gorilas inglesas, começamos a entender o propósito e os negócios que estão por trás de toda esta operação: DINHEIRO! A Fundação John Aspinall tem dois zoológicos na Inglaterra. Em um deles tem um hotel para hospedar os visitantes, ao estilo Animal Kingdon, da Disney na Flórida. Segundo nos contaram, a família Aspinall fez fortuna com os jogos de azar e os cassinos e seus membros são figuras aceitas pela alta classe britânica.
Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

A hipocrisia dos zoológicos

Um chimpanzé com dois picolés, um em cada mão: foi o que a imprensa mostrou em fotos e vídeos como se combatia o calor intenso dos últimos dias num zoológico brasileiro. Aqueles picolés duraram pouco minutos antes de serem devorados pelo chimpanzé, porém horas terríveis o aguardavam, quando o expediente terminasse e todos os grandes primatas fossem recolhidos aos seus cubículos noturnos, sem ventilação e com temperaturas difíceis de se resistir por qualquer ser vivo.