PREVENÇÃO

Governo de MS decreta estado de emergência ambiental para coibir queimadas

Mariana Dandara | Redação ANDA

Um dos objetivos da medida é impedir que queimadas de grandes proporções voltem a destruir o Pantanal sul-mato-grossense, como aconteceu em 2020


Escute
Em 2020, o Pantanal foi gravemente afetado por queimadas em MS e MT (Foto: Mayke Toscano – Secom – MT)

Condições climáticas desfavoráveis levaram o governo de Mato Grosso do Sul a decretar estado de emergência ambiental em todo o estado para prevenir incêndios florestais. Um dos objetivos da medida é impedir que queimadas de grandes proporções voltem a destruir o Pantanal sul-mato-grossense, como aconteceu em 2020.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, o governo estadual estava se preparando há algum tempo para enfrentar o cenário desfavorável das condições climáticas previstas para o restante deste ano, “visto o baixo volume de chuvas do verão passado, o que torna propício para a ocorrência de incêndios florestais no inverno”.

O decreto, que terá validade de seis meses, foi publicado na segunda-feira (3) no Diário Oficial. O documento permite a ampliação dos poderes das forças de segurança para que possam atuar na prevenção e no combate às queimadas, além do salvamento de possíveis vítimas. Bens ou serviços também poderão ser contratados pelo governo estadual em caráter emergencial.

O texto do decreto informa que a medida levou em consideração “o início do período crítico para incêndios florestais, com graves riscos ambientais referentes à perda de controle do fogo, em decorrência das condições climáticas extremas derivadas da combinação de fatores indicativos”.

De acordo com o governo do Mato Grosso do Sul, as temperaturas estão cada vez mais altas no estado. Também foram registrados ventos superiores a 30 km/h, umidade relativa do ar baixa e previsão de anomalias que podem prejudicar o período de chuvas no Pantanal. Todos esses fatores facilitam a ocorrência de queimadas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRAGÉDIA

COVARDIA

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>