CRIME AMBIENTAL

Polícia Federal faz operação contra o tráfico internacional de marfim de elefantes

Mariana Dandara | Redação ANDA

Denominada Operação Airâvata, a ação investigatória tem como foco a preservação dos elefantes, que são caçados e covardemente mortos para que seus dentes sejam extraídos para a confecção de produtos feitos de marfim


Escute
Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal iniciou uma operação para combater o tráfico internacional de marfim de elefantes e cumpriu mandados de busca e apreensão na capital de São Paulo nesta segunda-feira (3).

Denominada Operação Airâvata, a ação investigatória tem como foco a preservação dos elefantes, que são caçados e covardemente mortos para que seus dentes sejam extraídos para a confecção de produtos feitos de marfim.

Para combater essa prática criminosa, a Polícia Federal conta com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Polícia Ambiental do Estado de São Paulo.

As ações realizadas nesta semana, entretanto, não são as primeiras a serem promovidas durante a operação, que teve início em 2020, quando foi executada em parceria com a Interpol e a Organização Mundial das Aduanas. Na ocasião, aproximadamente 300 peças feitas a partir do marfim de elefantes foram apreendidas na cidade de São Paulo.

Com o avanço das investigações, as autoridades chegaram a um possível fornecedor de objetos feitos de marfim, que foi identificado na fase atual da Operação Airâvata, que recebeu esse nome em referência ao “rei dos elefantes”, da mitologia hindu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>