ÓRFÃO

Sozinho e indefeso, filhote de urso-polar pede ajuda a mineiros

Bruna Araújo | Redação ANDA


Escute
Foto: Reprodução | Daily Mail

Um ursinho-polar órfão foi até uma mina de ouro na ilha russa de Bolchevique, no Ártico, pedir ajuda aos garimpeiros que trabalhavam no local. Faminto e indefeso, ele foi atraído pelo cheiro das marmitas do mineiros. Os homens o alimentaram e ficaram muito surpresas com o quanto o filhote era dócil.

O bebê passou a acompanhar a rotina dos garimpeiros e conviveu com os trabalhadores por vários meses, ficando completamente domesticado e dependente dos seres humanos. Especialistas acreditam que a mãe do animal tenha morrido e ele, por ser muito jovem, não conseguiu caçar para se alimentar.

Ao alimentar o urso-polar, os garimpeiros infringiram diversas leis de proteção ambiental, mas não foram punidos, pois o episódio foi considerado atípico e o animal poderia ter morrido se não recebesse ajuda. Com o fim do contratado de trabalho, os mineiros precisaram ir embora.

Foto: Reprodução | Daily Mail

Para não deixar o ursinho sozinho novamente, eles conseguiram fazer contato com a empresa contratante pedindo que eles acionassem órgãos ambientais para resgatar o filhote. Com a ajuda de um helicóptero, uma equipe chegou à ilha para salvar o urso-polar.

O filhote será encaminhado para o zoológico de Moscou para ser avaliado por especialistas e fazer exames. Não há certeza se ele poderá ser devolvido à natureza, pois sem os ensinamentos da mãe, ele não aprendeu a caça e a sobreviver em seu habitat.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>