JAPÃO

Organização denuncia crueldade do comércio de carne de golfinho

Danielli Nascimento | Redação ANDA

A prática além de ser cruel, outro problema é a grande quantidade de mercúrio encontrada na carne dos animais


Escute
Foto: Unsplah

A Action for Dolphins está organizando uma campanha contra o comércio de carne de golfinho no Japão. Sarah Lucas, fundadora da entidade, menciona o caso de duas baleia-piloto perseguidas por sete horas até ficarem presas na enseada de Taiji por três dias:

“Elas faziam parte de um grupo de 30, mas 20 foram massacradas por caçadores”, informa e acrescenta que no momento da matança os animais estavam amontoados, famintos e exaustos.

“No terceiro dia, os caçadores levaram o que restava da família para o oceano, incluindo bebês sem suas mães e com poucas chances de sobrevivência”.

De acordo com Sarah, é doloroso que os golfinhos acabem nos supermercados. Por essa razão, a Action for Dolphins está entrando com uma ação criminal para barrar a venda de carne dos animais no Japão.

Crueldade animal e exposição a mercúrio

“Eles não apenas capturam e matam esses golfinhos. Eles os torturam. Muitas pessoas no Japão não sabem que a carne que está sendo vendida contém níveis de mercúrio muito mais altos do que o permitido pela regulamentação governamental”, frisa.

Para a Organização Mundial da Saúde, mesmo com pouca exposição ao mercúrio pode causar danos aos rins e pulmões.

“O Japão tem regulamentações sobre a quantidade de mercúrio permitida nos alimentos, e todas as pesquisas preliminares sugerem que o nível encontrado na carne de golfinho é muito superior a isso”,

Conheça mais sobre o trabalho da Action for Dolphins clicando aqui.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA

ATROCIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>