DOÇURA

Pit bull doente é notado e acolhido por menina de dois anos

Lorena Rocha | Redação ANDA


Escute
Foto: The Dodo/Youtube

Um pit bull infectado por sarna e estafilococos, se acostumou a ser ignorado por possíveis tutores no canil onde morava, até que Gigi, uma garotinha de dois anos, decidiu lhe dar a atenção que precisava.  

Gigi se interessou mais pelo cãozinho, do que qualquer outro cachorro no abrigo, mesmo depois de ser apresentada a cachorros mais novos e saudáveis, mas Gigi o viu e apontou o dedo para ele dizendo “Mamãe, aquele.” As informações são do The Dodo. 

O pit bull foi tirado da sua cela, sendo uma experiência nova, ele não se mexeu, mas Gigi se manteve ao seu lado, segurando a coleira e esperando pacientemente. Logo os dois estavam no jardim, brincando uma com a outra como se conhecessem a anos. 

Foto: The Dodo/Youtube

Audra, a mãe de Gigi, tinha seus receios em relação à adoção de um cão doente, contanto, a ligação entre a menina e o cachorro eram tão fortes que seu coração não resistiu. O pit bull, que acabou por ser uma fêmea, foi nomeada Scarlett. 

E com apenas uma semana na sua nova casa, Scarlett passou a demonstrar uma melhora visível em sua saúde! 

A história foi postada no Youtube e já acumula mais de dez milhões de visualizações.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>