VIDAS PERDIDAS

Mais dois cavalos explorados em corridas morrem nos Estados Unidos

Mariana Dandara | Redação ANDA

Ativistas e parlamentares pedem o fechamento definitivo da pista de corrida, na qual 37 cavalos morreram desde o ano passado


Escute
(Foto: Karl Mondon/Bay Area News Group/Imagem Ilustrativa)

Mais dois cavalos morreram no hipódromo Golden Gate Fields, na cidade de Albany, no estado norte-americano da Califórnia. O caso revoltou ativistas, que pedem o fechamento definitivo da pista de corrida, na qual 37 cavalos morreram desde o ano passado. Apenas em 2021, foram nove mortes.

A agência Califórnia Horse Racing Board, que regulamenta corridas de cavalos no estado, confirmou as mortes ocorridas no início deste mês. O órgão citou um acidente com o cavalo Jor Jah, em 1º de abril, e a morte sem causa definida de outro cavalo, que morreu no dia 3 de abril e teve sua queda transmitida ao vivo durante uma corrida.

Membro da rede internacional de ativistas Direct Action Everywhere, a ativista Samantha Faye, que cuida de cavalos resgatados de corridas, uniu-se a outros ativistas para solicitar que o conselho de membros de Albany use sua influência para pedir o fechamento da pista de corridas. Apesar disso, os conselheiros aparentemente se sentiram impossibilitados de tomar qualquer atitude, embora tenham demonstrado compaixão aos cavalos.

A exploração de cavalos em corridas também foi criticada pela vereadora de Albany, Rochelle Nason, em entrevista à emissora de TV KRON4. “Como muitos em nossa comunidade, vejo as corridas de cavalos em sua forma atual como excessivamente perigosas para os cavalos envolvidos, e estou profundamente perturbada com as quedas traumáticas e mortes prematuras sofridas por muitos deles. No entanto, acredito que a lei da Califórnia coloca a responsabilidade de regular essa atividade sobre o Estado, e não sobre o governo local. Encorajo aqueles que se opõem à presença de Golden Gate Fields em Berkeley e Albany a levar suas preocupações aos nossos representantes legislativos da Califórnia”, afirmou.

O ativismo realizado por norte-americanos engajados na luta em prol dos animais também foi apoiado pelo vereador Aaron Tiedemann. “Estou muito triste ao saber que houve mais mortes de cavalos na pista e grato que ativistas como Samantha estão mantendo isso em nosso radar, pois devido ao poder extremamente limitado que Albany tem para interferir nas operações em Golden Gate Fields, é muito fácil eventos como esse acontecerem sem nossa atenção. Estou esperançoso de que veremos ação do estado em Golden Gate Fields em breve, pois acho que nossa comunidade está pronta para ver nossa costa usada para algo mais construtivo do que corridas de cavalos”, argumentou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>