ESPANHA

Investigação revela que cães, macacos e coelhos são torturados em laboratório farmacêutico

Jamylle Mol | Redação ANDA

Investigação foi feita pela ONG Cruelty Free Internacional após denúncia de ex-funcionário do laboratório


Escute
Foto: Cruelty Free Internacional

Cachorros da raça beagle, macacos, ratos, coelhos e filhotes de porcos são cruelmente torturados por funcionários do laboratório Vivotecnia. As imagens foram divulgadas pela ONG Cruelty Free Internacional, que investiga casos de maus-tratos a animais.

O laboratório Vivotecnia realiza pesquisas para empresas farmacêuticas e de biotecnologia com a intenção de verificar a toxidade de produtos cosméticos, químicos e agroquímicos. No entanto, os experimentos feitos pelo laboratório violam as leis de proteção animal espanholas e europeias.

Foto: Cruelty Free Internacional

Socos, testes cruéis, falta de anestesia ou uso de anestesia inadequada são algumas das ações violentas comprovadas pelas imagens, que também mostram os funcionários do Vivotecnia dando risadas e insultando os animais.

Katy Taylor, diretora de Assuntos Científicos e Regulatórios da ONG Cruelty Free, disse que o caso Vivotecnia “mostra, uma vez mais, o lado escuro dos testes em animais”. Taylor afirmou, ainda, que é “impensável que isso aconteça na Europa”.

Foto: Cruelty Free Internacional

Para realizar testes de toxicidade, os animais são expostos a determinadas substâncias para que seus efeitos colaterais sejam medidos. As reações podem ser graves, incluindo vômitos, hemorragia interna, insuficiência e morte.

A ONG Cruelty Free Internacional criou uma campanha para pedir a retirada imediata da autorização para realizar experimentos com animais e o fechamento do laboratório Vivotecnia. O laboratório, por sua vez, publicou uma nota dizendo que quer “alcançar os mais altos estândares (padrões) de bem-estar animal”.

Foto: Cruelty Free Internacional

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>