RECOMEÇO

Gato torturado com 60 tiros de chumbinho sobrevive e encontra novo lar

Mariana Dandara | Redação ANDA

Em seu novo lar, Arrow, como passou a ser chamado, desfruta de muita felicidade enquanto esquece de seu passado sombrio


Escute
(Foto: Anne Hancock)

Um verdadeiro milagre pode ser a explicação para Arrow ter sobrevivido. Encontrado agonizando à beira da morte, nas proximidades de um shopping no estado norte-americano da Virgínia, o gato foi torturado com 60 tiros de chumbinho desferidos por meio de uma arma de ar comprimido.

Resgatado, ele foi levado para uma clínica veterinária e lutou pela vida. Além da sua vontade de viver, que é um exemplo de superação, Arrow deixou outra sábia lição aos humanos ao não se permitir contaminar pela maldade de seu agressor. Embora tenha sofrido traumas físicos e psicológicos, o gato não deixou de ser amoroso e doce. Enxergando através de apenas um de seus olhos, ele ficou completamente cego por conta de uma grave infecção que gerou a necessidade de remoção do globo ocular que o permitia enxergar. Nada disso, entretanto, transformou sua essência.

(Foto: Anne Hancock)

A história do gato gerou revolta e comoção. Com isso, muitos norte-americanos se interessaram em adotá-lo, dispostos a oferecer a Arrow uma vida diferente da que ele havia conhecido nas ruas. Após uma criteriosa seleção, Anne Hancock, uma senhora tão doce quanto o animal, foi escolhida para adotá-lo.

Juntos, os dois vivem uma vida repleta de amor, cuidados e carinho. Não falta respeito e não há espaço para sofrimento no dia a dia dessa dupla, que se completa e faz um ao outro feliz.

Embora o gato ainda sinta dores – já que não foi possível retirar todos os projéteis pelo risco que a remoção impunha à sua sobrevivência-, ele vive uma vida confortável. A cegueira também não o atrapalha, já que sua capacidade de adaptação e sua resiliência são imensas.

Para Anne, adotar Arrow significa o mesmo que ganhar na loteria sozinha, já que o gato é extremamente carinhoso. Em seu novo lar, ele desfruta da felicidade enquanto esquece de seu passado sombrio.

(Foto: Anne Hancock)
(Foto: Anne Hancock)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>