CHINA

Cães que seriam mortos para consumo humano são resgatados

Gabriela | Redação ANDA


Escute
Foto: Reprodução/Adopt a Golden Nashville

Quatro cachorros condenados à morte para consumo humano na China foram salvos e levados para um abrigo dos Estados Unidos, no final de março. Os golden retrievers, Diana, Finna, Richie e Bobo estavam entre os 40 cães resgatados que voaram da China para o Aeroporto JFK, em Nova York.

Diana, Finna, Richie e Bobo pegaram outro voo para Atlanta, na Geórgia, antes de serem levados para Nashville, Tennessee, onde serão abrigados com a ajuda de uma ONG local chamada Adopt a Golden Nashville.

A voluntária Meredith Hyjek disse que está “eternamente grata” a todas pessoas que ajudaram a trazer os cachorros em segurança para os Estados Unidos.

Eles foram salvos por um grupo de direitos dos animais chamado China Rescue Dogs.

“O que antes era o fim de suas vidas, agora é um novo começo para esses lindos bebês”, disse o presidente do grupo, Jill Stewart.

“Todos eles foram colocados em quarentena, receberam microchips e tomaram todas as vacinas necessárias. É hora deles viverem o resto de suas vidas em segurança e felizes com suas famílias eternas”, concluiu Stewart.

Stewart e sua equipe esperavam trazer dezenas de cães que seriam abatidos para o consumo de carne para os EUA no mês passado, no entanto, voos de animais vivos foram temporariamente proibidos de deixar a China.

Nenhuma explicação foi dada em relação a proibição de voos, mas Stewart afirmou que os cães que deveriam ser levados para os Estados Unidos estão em abrigos seguros enquanto esperam o próximo voo.

Anualmente, mais de 10 milhões de cachorros e 4 milhões de gatos são criados e capturados, forçados a viver em gaiolas em meio a muito sofrimento e mortos para o consumo de suas carnes.

A pressão de grupos em defesa dos direitos animais levou a um declínio do comércio de carne de animais, embora ativistas digam que a carne de cães e gatos continua sendo extremamente popular.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>