HOLOCAUSTO

Incêncio em fazenda causa a morte de mais de 55 mil porcos

Bruna Araújo | Redação ANDA


Escute
Foto: Ilustração | Pixabay

Mais de 55 mil porcos morreram durante um incêndio de grandes proporções em uma fazenda em Alt Tellin, na Alemanha. As chamas tiveram início no duto de ventilação e chegaram até as baias onde os animais eram mantidos aprisionados. No local, havia mais de 7 mil porcas e 50 mil leitões. Apenas 1.300 animais foram retirados das instalações com vida.

A fazenda de Alt Tellin é uma das maiores da Alemanha. A polícia está investigando a causa do incêndio. Ainda há muita fumaça e cadáveres de animais no local. Um drone está sendo usado para calcular a extensão da destruição causada pelas chamas. Ativistas em defesa dos direitos animais realizaram um protesto nos escombros da fazenda.

Eles afirmam que a morte dos animais poderia ser facilmente evitada se eles não fossem escravizados e aprisionados para satisfazer os desejos dos seres humanos. Segurando faixas com a frase “Pare a tortura de animais”, eles tentaram conscientizar a sociedade que a criação de animais para consumo, além do risco para a saúde pública, é cruel com os animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>