EXPANSÃO URBANA

Periquitos expulsos de habitat por conta do desmatamento se reúnem em árvore sem folhas em MT

Mariana Dandara | Redação ANDA

Por conta do desmatamento, periquitos são privados da vida na natureza e perdem o direito de desfrutar do local que lhes foi usurpado pelas ações humanas


Escute
Foto: Wilson Ribeiro/TVCA

Um bando de periquitos-de-encontro-amarelo deram vida a uma árvore sem folhas e trouxeram de volta a coloração verde que antes estava presente na folhagem levada pelo outono. A cena chamou a atenção dos moradores de Cuiabá, no Mato Grosso, onde o caso curioso aconteceu, mas a cena revela mais do que parece mostrar e expõe não só a beleza das aves, mas também as consequências nefastas da expansão urbana, que condena animais silvestres à vida longe do habitat.

Os animais foram flagrados em uma árvore localizada na Avenida André Maggi. Em meio ao barulho do trânsito, o fluxo de veículos no asfalto, o vai e vem de pessoas e os edifícios e casas, as aves lutam para sobreviver. Expulsos de seu habitat pelo desmatamento, os periquitos são privados da vida na natureza e perdem o direito de desfrutar do local que lhes foi usurpado pelas ações humanas.

A resiliência da espécie, porém, permite que eles mantenham comportamentos instintivos. Como explicou ao G1 o biólogo e pesquisador da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Josué Ribeiro, essas aves passam o dia separadas em áreas verdes e quintais, onde buscam alimentos em pomares, e se reúnem à noite para pernoitar em árvores.

Foto: Wilson Ribeiro/TVCA

A união, para esses animais, é uma forma de proteção. “O interessante é que eles criam essa forma de ficar em pares, porque são animais fiéis, os casais permanecem juntos por toda a vida. Dá para perceber alguns indivíduos sozinhos, que são jovens que ainda não formaram um casal”, explicou o especialista.

“O fato a árvore ser iluminada, acaba servindo como uma proteção para eles, já que os predadores teriam mais dificuldade de atacar em uma área com iluminação direta. Então eles se juntam a noite como forma de defesa, já que passam o dia separados”, concluiu.

Embora triste quando observada sob a perspectiva da devastação ambiental, a cena registrada em Cuiabá expõe sua beleza e poesia ao mostrar as aves dando o exemplo da força da natureza, como pode ser comprovado no vídeo abaixo:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

APELO

LUTO

FLORIANÓPOLIS (SC)

SÃO PAULO

INOVAÇÃO

AMOR

ESTUDO

ÁFRICA DO SUL

CÂNCER DE PELE

CONSERVAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>