VIOLÊNCIA EXTREMA

Homem é criticado após soltar rojão com gambá preso ao explosivo: ‘Maldade pura’

Mariana Dandara | Redação ANDA

Desesperado, o gambá se debate tentando se libertar, mas não consegue se soltar da fita que o prende ao rojão


Escute
Foto: Reprodução

Um homem gerou revolta nas redes sociais após prender um gambá em um rojão e ascender o explosivo, que foi lançado em direção ao céu. O caso foi denunciado à Polícia de Segurança Pública (PSP) e à Guarda Nacional Republicana (GNR) pela Associação de Defesa dos Animais e Plantas do município de Olhão.

Seguro de que poderia cometer tamanha atrocidade, o agressor do animal filmou o ato. O vídeo foi divulgado nas redes sociais. Nas imagens, é possível ouvi-lo xingando o gambá. “Peguei você, falei para você parar de bagunça que eu ia pegar você. Seu danado. Seu demônio. Aqui não. Falei que não queria vocês aqui. Está louco? Como vocês perturbam! Agora, vamos dar a volta no planeta. Vai com Deus!”, diz o homem.

Desesperado, o gambá se debate tentando se libertar, mas não consegue se soltar da fita que o prende ao rojão. Em seguida, o explosivo é lançado em direção ao céu. O vídeo foi publicado na internet por um morador do município português de Faro que, embora negue ser o autor das imagens, foi veementemente criticado nas redes sociais após publicar o vídeo, que foi apagado pouco tempo depois. Independentemente da autoria da gravação, a postura do homem ao publicar as imagens configura apologia aos maus-tratos a gambás.

“Que horror, não havia necessidade. Maldade pura”, comentou uma mulher indignada com os maus-tratos. “Que doente”, escreveu outro internauta. Os comentários, no entanto, não convenceram o homem, que deu risada e escreveu: “Se tens pena é só dizer que eu levo vários para a tua casa”.

Diante de tamanha crueldade, a Associação de Defesa dos Animais decidiu recorrer às autoridades, embora saiba que, por não ser um animal doméstico, o gambá”não está protegido pela lei”. Apesar disso, a entidade afirmou ao jornal local Nascer do Sol que “é preciso apurar se o indivíduo tinha na sua posse licença para ter e usar fogos de artifício”. A instituição afirmou ainda que não foi a única a se posicionar contra o caso, já que “houve mais pessoas na causa animal a mexerem-se” em busca de punição para o crime.

“Não sabemos se o vídeo foi captado por aquela pessoa, mas foi publicado. Ele diz que o vídeo não é dele, mas caberá as autoridades apurar a veracidade da situação”, concluiu um membro entidade que preferiu não ser identificado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

APELO

LUTO

FLORIANÓPOLIS (SC)

SÃO PAULO

INOVAÇÃO

AMOR

ESTUDO

ÁFRICA DO SUL

CÂNCER DE PELE

CONSERVAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>