CRUELDADE

Cães explorados para venda passam fome e são resgatados de canil clandestino

Mariana Dandara | Redação ANDA

Além de maltratar os cães, o proprietário do canil não tinha documentação de criador e, portanto, reproduzia os cachorros na clandestinidade


Escute
Foto: Divulgação / Policia Ambiental

A Polícia Militar Ambiental resgatou 29 cachorros de raça que eram explorados para a venda em um canil clandestino. A operação de combate aos maus-tratos foi realizada na última segunda-feira (22) em Atibaia, no interior do estado de São Paulo.

Os policiais se deslocaram até a propriedade onde os cães viviam, no bairro do Portão, após serem informados, através de uma denúncia, que os animais estavam sendo submetidos a maus-tratos.

No local, os cães foram encontrados sem comida e água, em um ambiente insalubre que não estava sendo higienizado e que os submetia a riscos de contaminação por doenças.

Foto: Divulgação / Policia Ambiental

Além de maltratar os cães, o proprietário do canil não tinha documentação de criador e, portanto, reproduzia os cachorros na clandestinidade.

Por conta das irregularidades, o homem foi multado em R$ 87 mil. Ele também deve responder judicialmente pelo crime de maus-tratos a animais.

Não compre, adote

A exploração de animais para venda é uma prática cruel que objetifica cães e gatos, reduzindo-os à condição de mercadorias. Por serem tratados como objetos, esses animais são alvos frequentes de maus-tratos, situação que só poderá ser coibida com o fim do comércio.

Engajados na luta em prol dos animais, ativistas incentivam a adoção e pedem que a sociedade se conscientize sobre a necessidade de abolir a venda de cachorros e gatos. Os protetores de animais explicam que, ao comprar um animal, o comprador não só compactua com a objetificação de um ser vivo, como incentiva o comércio como um todo, incluindo o que é feito pelos criadores que negligenciam e maltratam os animais.

Enquanto milhares de animais são comprados Brasil afora, outros milhões padecem nas ruas. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 30 milhões de animais vivem em situação de rua no país. Sem cuidados, eles passam fome e sede, sofrem com o calor, o frio e as chuvas, adoecem e agonizam até a morte por conta de doenças e de atropelamentos. Também são vítimas de agressões e até de estupros. Frágeis e inocentes, o pedido que eles fariam, caso pudessem falar, seria: não compre, adote um animal abandonado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>