VIOLÊNCIA

Cão sujo de pimenta é salvo após tutor arremessá-lo e esfregar seu focinho no chão

Mariana Dandara | Redação ANDA

Um vídeo registrado por um morador da região mostra o idoso esfregando o focinho do filhote no chão e arremessando-o


Escute
Foto: Polícia Civil e Polícia Militar

Um filhote de cachorro de três meses de idade que estava com o corpo sujo de pimenta foi resgatado após ser maltratado por seu tutor, de 68 anos, que o arremessou e esfregou seu focinho no chão. O caso aconteceu no domingo (21) em Bauru, no interior de São Paulo.

Testemunhas indignadas com os maus-tratos acionaram a Polícia Militar, que enviou uma equipe ao bairro Vila Santa Clara, onde o crime aconteceu.

Um vídeo registrado por um morador da região mostra o idoso esfregando o focinho do filhote no chão e arremessando-o.

Relatos indicam que o cachorro era agredido frequentemente pelo tutor. Por conta disso, o animal ficou traumatizado e foi encontrado pelos policiais “assustado e com medo”. O corpo do filhote estava sujo de pimenta.

Um boletim de ocorrência foi registrado e o tutor do cão foi levado à delegacia. Ao ser questionado pelo delegado, o agressor confessou o crime. Ele afirmou que esfregou o focinho do cão em um saco de cimento porque o animal teria mexido no local. A intenção era forçar o cachorro a entender que ele não poderia repetir o ato. No entanto, cães não mudam comportamentos através da agressão. Filhotes, especialmente, fazem, de fato, bagunça por terem muita energia para gastar. Também mordem objetos porque seus dentes estão crescendo.

Foto: Polícia Civil e Polícia Militar

A respeito da pimenta encontrada no corpo do filhote, o idoso argumentou que um pote de pimenta havia sido quebrado acidentalmente no local.

Após ser resgatado, o cachorro foi levado para uma clínica veterinária, onde foi atendido por um profissional que identificou uma série de ferimentos no corpo do filhote, que também estava repleto de pimenta.

Depois de passar pela clínica, o cão foi levado para o abrigo do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura de Bauru. Assim que estiver recuperado dos maus-tratos, ele será disponibilizado para adoção responsável.

O agressor, por sua vez, foi preso em flagrante por crime de maus-tratos. Levado ao presídio do município de Avaí, o homem permanecerá à disposição da Justiça.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRAGÉDIA

COVARDIA

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>