LEALDADE

Cachorro foge de abrigo e anda 50 km em busca de sua falecida tutora

Giovanna Machado | Redação ANDA

Ribeiro, o cão em luto, caminhou por 11 dias para voltar para sua casa.


Escute
Foto: Histórias Com Valor

Após o falecimento de sua amada tutora, o cão Ribeiro, sem microchip, que havia ido para um abrigo, caminhou cerca de 50 quilômetros para voltar para sua casa.

O fato ocorreu na cidade de Guaro, em Málaga, na Espanha, onde Ribeiro vivia com sua mãe humana. Com o falecimento da tutora, o cão ficou sozinho, sendo alimentado pelos vizinhos e após dois meses foi resgatado e transferido ao abrigo Sociedade de Proteção aos Animais.

No entanto, Ribeiro ficou pouco tempo neste abrigo, localizado na região de La Virreina, na capital de Málaga. sua estadia durou apenas dois dias até que o cão enlutado pulou uma cerca de dois metros de altura e fugiu.

Foto: Histórias Com Valor

“Para surpresa de todos, o cachorro apareceu onze dias depois em sua casa em Guaro. Ele havia percorrido cerca de 50 quilômetros, percorrendo rodovias com muito trânsito e estradas, até chegar ao mesmo lugar onde o encontramos pela primeira vez ”. Disse um dos socorristas voluntários.

Agora, o Oficial de Proteção Animal pretende deixar Ribeiro em sua antiga casa, sob os cuidados de um jovem vizinho para que o cão ganhe confiança em outras pessoa em um ambiente que ele já conheça e guarde boas memórias.

A ideia é que o jovem o leve ao abrigo aos poucos, dando-lhe muito amor amor e carinho.

“Como lá ele está seguro, a criança que cuidava dele vai continuar a fazê-lo, para que ganhe confiança. E procure fazer com que venha voluntariamente, porque é claro que, do contrário, não vai se habituar ao abrigo”, declarou Carmen Manzano, a presidente da entidade, que aproveitou para fazer um apelo às famílias que dispõe de um espaço amplo e seguro e outros cachorros para dar um novo lar a Ribeiro.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HONG KONG

AFETO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>