COMPAIXÃO

Padre celebra missa com cachorro doente no colo para não deixá-lo sozinho

Mariana Dandara | Redação ANDA

A história de compaixão que teve o cachorrinho e seu tutor como protagonistas tocou o coração de milhares de pessoas nas redes sociais


Escute
(Foto: Diario Movil)

Um padre gerou comoção nas redes sociais após celebrar uma missa segurando um cachorro no colo. Durante a celebração, ele explicou que levou o cão consigo porque o animal estava doente e não poderia ficar sozinho.

O temor do sacerdote era de que, ao deixar o cachorro sem companhia em casa, o encontrasse em uma condição de saúde pior ao retornar da missa. Para que isso não ocorresse, o padre levou o animal para a igreja.

A história de compaixão que teve o cachorrinho e seu tutor como protagonistas tocou o coração de milhares de pessoas após um rapaz que estava na igreja fotografar a cena e divulgar a imagem nas redes sociais.

Tempos depois, no entanto, a publicação foi apagada pelo internauta por conta de comentários negativos feitos por pessoas que não entendem a necessidade de respeitar cães como sujeitos sencientes – isso é, capazes de sentir e de sofrer – que merecem amparo e proteção.

Apesar desses comentários, muitos internautas tomaram um caminho distinto ao comentar a postagem e elogiaram a atitude do padre. “Se o cão está doente e o padre não o deixa só, isso se chama um ato de amor”, escreveu um usuário do Twitter. Outro internauta chegou a dizer que o sacerdote deveria ser canonizado.

A verdade, de fato, é que a igreja é exatamente o local onde atos de amor devem ser realizados. Isso porque o catolicismo prega que a prática do bem e da compaixão devem ser a premissa que guia a vida dos católicos. Dessa forma, nada mais justo que um padre dê o exemplo e mostre que não são apenas os humanos que devem ser respeitados.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA

MAUS-TRATOS

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>