CRUELDADE

Garis salvam gato preso em saco fechado que poderia ter morrido em compactador de lixo

Mariana Dandara | Redação ANDA

Após ser retirado do saco, o gato fugiu assustado e, apesar das buscas dos garis, o animal não foi encontrado


Escute
Foto: Reprodução

Garis salvaram a vida de um gato que foi abandonado dentro de um saco fechado em Palmas, no Tocantins. Como o saco estava em uma lixeira, o animal correu o risco de ser jogado por engano pelos coletores no compactador de lixo do caminhão, o que teria custado a sua vida. No entanto, os garis escutaram o miado do animal, o que garantiu que ele fosse salvo.

Não se sabe desde quando o gato, que foi encontrado na quarta-feira (10), estava preso no saco. De acordo com os garis, ele estava bastante debilitado e mancando. Após ser retirado do saco, o animal assustado disparou em direção à rua e fugiu.

O abandono cruel aconteceu na Arno 42, antiga quadra 405 Norte. De acordo com Micael Madeira, um dos coletores que participou da ação de resgate ao gato, foi difícil desatar os nós feitos no saco, o que comprova que a pessoa que abandonou o animal queria, de fato, matá-lo lentamente por sufocamento.

“Ficamos com o coração apertado. É muito triste. Quando meu colega pegou um saco, um gatinho começou a mirar. A boca do saco estava amarrada e deu para ver que ele estava debilitado por estar preso no sol. Quando ele correu, estava mancando”, contou o gari ao G1.

Segundo ele, não é a primeira vez que um caso como este acontece em Palmas. “Da outra vez era um gato filhote que estava junto com o lixo dentro de um contêiner”, lembrou.

Após a fuga do gato, os coletores tentaram localizá-lo, mas não conseguiram. A intenção deles era de ajudar o animal, que não passava bem. Apesar disso, eles ficaram felizes por terem conseguido impedir que o gato morresse sufocado ou prensado no compactador de lixo do caminhão.

“Era para a gente pegar ele no colo. Mas tudo bem. Ganhamos o dia, um gato salvo”, concluiu o coletor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>