AMOR

Cachorro acolhe gatinha com deficiência: ‘ele tem uma natureza tão gentil’

Mariana Dandara | Redação ANDA

O amor que o cachorro deu para a gatinha, resgatada gravemente ferida, foi fundamental para que ela se recuperasse


Escute
(Foto: Instagram/@ cute_moonbear)

Um cachorro se tornou o melhor amigo de uma gatinha com deficiência. Órfã, ela foi encontrada na rua gravemente ferida e, após sobreviver a uma cirurgia de amputação, na qual teve uma das suas patas retiradas, Peggy recebeu os cuidados do cão.

Resgatada em Perth, na Austrália, a gata ficou internada no Hospital Veterinário de Warwick antes de ser levada para um lar temporário. Pesando apenas 172 gramas, ela corria sérios riscos de morte, mas se mostrou uma verdadeira guerreira e superou um a um.

“Por mais forte que ela fosse, não estávamos desistindo. A única opção que tínhamos era amputar sua perna mais cedo ou mais tarde, pois ela estava fortemente infectada e basicamente começou a morrer, correndo o risco de sepse”, explicou a enfermeira veterinária Kate Hayes ao portal Love Meow.

(Foto: Instagram/@ cute_moonbear)

Comovida com a história da gatinha, Kate decidiu dar lar temporário para ela e fez a felicidade de Moon, o cachorro da família conhecido por acolher filhotes de gato resgatados da rua.

“Se um animal chora ou adoece, Moon fica ao seu lado e chora com ele. Ele tem uma natureza tão gentil”, disse a tutora. Atento às necessidades de Peggy, o cachorro a acolhia sempre que a ouvia chorar e a lambia de maneira amorosa.

(Foto: Instagram/@ cute_moonbear)

Com os cuidados e o amor que recebeu, a gatinha se recuperou e pôde ser disponibilizada para adoção. E não demorou para que uma família a levasse para casa.

“Não importa quantas vezes eu passe por esse processo, ainda fico um pouco triste, especialmente com uma gatinha com necessidades especiais como a Peggy. Mas eu tenho que lembrar que o objetivo da adoção é ajudá-los por um curto período de tempo para que eles possam encontrar seu lar amoroso por muito tempo. Adeus, Peggy, você será tão amada e viverá a vida mais feliz que qualquer gatinho pode viver”, afirmou Kate no momento da despedida.

(Foto: Instagram/@ cute_moonbear)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>