DOÇURA

Garoto de 10 anos cria biblioteca de gravetos para entreter cães

Gustavo Henrique Araújo | Redação ANDA


Escute
Foto: Divulgação | David Carter

Durante a quarentena, muitas pessoas se viram diante de um grande desafio: encontrar atividades para ocupar o tempo. David Carter, professor de Saskatchewan, no Canadá, descobriu um criativo projeto para manter seu filho ocupado e, ainda, entreter os cachorros da vizinhança.

Segundo Carter, Jeremiah, de 10 anos, “gosta de praticar esportes, ele é louco por esportes, também gosta de se divertir com os amigos”. O pai afirma que o garoto, devido às privações da pandemia do novo coronavírus, “não tem estado muito feliz ultimamente.”

A ideia do projeto surgiu de uma publicação de alguém da Nova Zelândia que criou uma “biblioteca de gravetos” para os cachorros, a qual consiste em uma caixa para guardar pedaços de madeira que são usados na brincadeira com os animais.

Carter decidiu que iria reproduzir a caixa de gravetos com seu filho: “Ele passou muito tempo medindo e calculando como cortar a madeira e juntar tudo”, explicou o pai. O projeto dos dois ajudou Jeremiah a conhecer coisas novas: “Ele começou a usar ferramentas elétricas, algo que é sempre um momento legal.”

Foto: Divulgação | David Carter

A família tem um cachorro, uma Goldendoodle chamada Nala, de dois anos, que incentivou o início do projeto. A caixa foi deixada em um parque para que os cachorros em situação de rua brinquem. Segundo os Carters, é satisfatório ver as pessoas usando a biblioteca de gravetos para se divertir com os cães.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>