PROCURA-SE

Criança faz apelo após cadela ser levada por bandidos: ‘estou sofrendo muito’

Mariana Dandara | Redação ANDA

Pantera, como é chamada a cadela, é o xodó de Ricardo Júnior, uma criança de 10 anos que está em desespero desde que o animal desapareceu


Escute
Foto: Arquivo Pessoal

Uma cadela da raça pinscher foi levada por criminosos durante um assalto no último sábado (20) em Senador Vasconcelos, na Zona Oeste do município do Rio de Janeiro.

Pantera, como é chamada a cadela, é o xodó de Ricardo Júnior, uma criança de 10 anos que está em desespero desde que o animal desapareceu. O crime foi cometido na frente do menino, que está traumatizado.

De acordo com a tutora da cadela, Sueli Fernandes, seu filho é muito apegado à Pantera. Ela foi levada por criminosos após o carro da família, da marca Duster, ser roubado. A pinscher, que tem pelagem preta e caramelo e completou dois anos de idade, estava sentada no banco do veículo no momento do crime e, por isso, foi levada.

Sueli contou ao G1 que o assalto aconteceu em frente à casa onde a família mora e que o filho está desolado. Em um vídeo, Ricardo pede que a cadela seja devolvida.

“Quem estiver com a minha cachorrinha, eu imploro a vocês que me mandem a minha cachorrinha. Por favor, gente, estou sofrendo muito, me ajude”, implorou o menino.

Informações sobre o paradeiro de Pantera devem ser repassadas para o pai do garoto, Ricardo, através do telefone (21) 99109-4349. O crime está sendo investigado pela 35ª Delegacia de Polícia, de Campo Grande.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>