MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Ativistas se unem para salvar tartarugas durante tempestade congelante

Bruna Araújo | Redação ANDA


Escute
Foto: Reprodução | Instagram

O Texas, nos Estados Unidos, está passando por fortes tempestades de inverno e temperaturas congelantes. Enquanto os seres humanos se recolhem em suas casas e desfrutam de conforto e segurança, os animais enfrentam outra realidade.

Com as mudanças climáticas, muitas espécies selvagens estão sendo surpreendidas com mudanças abruptas com as quais não conseguem se adaptar, como o caso de um grupo de tartarugas-marinhas que encalhou em uma praia e não conseguiu retornar ao mar devido ao frio.

Foto: Reprodução | Instagram

Voluntários da organização Sea Turtle se uniram para resgatar o maior número possível de animais. Tartarugas são animais de sangue frio e não conseguem autorregular sua temperatura interna. Com frio intenso, elas ficam paralisadas até à morte.

Se estiverem no mar, podem morrer afogadas. Para evitar mortes, os voluntários montaram um abrigo temporário para que as tartarugas fiquem aquecidas e hidratadas e conseguiram salvar mais de 3.500 animais até agora.

Eles ainda estão vasculhando toda a costa para encontrar mais animais. O objetivo é resgatar o maior número possível de tartarugas. Todos que estão colaborando com os salvamentos torcem para que os animais sobrevivam e em breve possam ser devolvidos ao seu habitat.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMOVENTE

ACIDENTE

Acolhimento

CRUELDADE

FINAL FELIZ

ACIDENTE

DESAPARECIMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>