ACIDENTE TRÁGICO

Cabrito cai de penhasco de 45 metros de altura após tentativa fracassada de resgate

Mariana Dandara | Redação ANDA

Membros da Guarda Costeira e da Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade contra os Animais trabalharam durante cinco horas para tentar resgatar o animal


Escute
Foto: Pixabay/Ilustrativa

Um cabrito despencou de um penhasco de aproximadamente 45 metros de altura no País de Gales após uma equipe tentar resgatá-lo. Assustado, o animal saiu correndo e caiu, sofrendo ferimentos fatais.

Na última quarta-feira (17), membros da Guarda Costeira e da Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (RSPCA, na sigla em inglês) trabalharam durante cinco horas para tentar resgatar o animal, que ficou preso no Great Orme.

De acordo com a BBC News, o cabrito estava preso no penhasco há um dia. Além do risco de cair – o que, de fato, aconteceu -, o animal também poderia morrer de inanição, devido à falta de água e comida no local. Por isso, resgatá-lo era primordial para garantir sua sobrevivência.

Foto: Reprodução/ITV

No entanto, apesar dos esforços da equipe, não foi possível salvar o cabrito, que foi vítima de um acidente trágico. Nas redes sociais, a Guarda Costeira informou que não tem o costume de resgatar animais, mas que se envolveu nesse caso para evitar que moradores da região se colocassem em risco para tentar salvar o cabrito.

“Não houve prazo para o resgate, foram feitas denúncias de que o cabrito estava preso por 24 horas. Por segurança nossa, a equipe demorou para resgatar o animal. Toda a equipe é baseada em voluntários e estamos trabalhando dentro das diretrizes do governo”, disse a Guarda Costeira.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DADOS ALARMANTES

ÓRFÃO

INVESTIGAÇÃO

ESTELIONATO

MORTE ACIDENTAL

ALARMANTE

NOVA CHANCE

DESUMANIDADE

SALVAMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>