TRAGÉDIA

Centenas de peixes morrem asfixiados em rio do Pantanal

Gabriela | Redação ANDA

Segundo pesquisadores do Imasul, cerca de 50 espécies que estão sendo afetadas em rios da região


Escute
Foto: Tai Strietman | Ilustração

Centenas de peixes estão sofrendo e alguns morreram por conta do fenômeno decoada, que está acontecendo no Pantanal de Mato Grosso do Sul, informa o G1. Segundo a publicação, pesquisadores fizeram um levantamento no rio Miranda, em Corumbá, e identificaram quase 50 espécies diferentes morrendo ou agonizando.

A pesquisa foi realizada na última sexta-feira (12) por pesquisadores do Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). A decoada acontece quando as águas dos rios do Pantanal extravasam para as áreas da planície que secaram durante a estação seca e agora, na estação chuvosa, estão com muita matéria orgânica.

De acordo especialista em ictiologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Fernando Carvalho, quando a água do rio atinge a planície, a matéria orgânica oxida e deixa a água com pouco oxigênio dissolvido ou sem oxigênio, além de elevar os níveis de concentração de gás carbônico na água. Nesta situação, os peixes agonizam por falta de oxigênio e muitos acabam morrendo.

O especialista diz que a suspeita é que o fenômeno possa estar relacionado às queimadas ocorridas no Pantanal em setembro do ano passado. Segundo ele, as cinzas que estão no solo alteram a qualidade da água e com a diminuição drástica de oxigênio, os peixes vão para a superfície em busca de água.

O biólogo Heriberto Gimenes Junior afirma que a equipe ainda avalia se esta primeira decoada do ano teve interferência das queimadas que devastaram a região ou se foi somente um fenômeno natural.

 

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>