FINAL FELIZ

Entidade salva a vida de 42 vacas e bezerros que seriam mortos para consumo

Mariana Dandara | Redação ANDA

"Eles terão uma vida segura. Não serão abatidos. Não serão usados para qualquer tipo de produção", disse a presidente da ONG


Escute
Foto: Val Consolação/Arquivo pessoal

A Vida Animal Livre, entidade de proteção animal de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, salvou a vida de 42 animais, entre vacas e bezerros, que seriam mortos para consumo humano.

As vacas resgatadas eram exploradas para a produção de leite e tanto elas, quanto os filhotes, tinham um destino cruel a sua espera. A ação da entidade, no entanto, permitiu que eles tivessem sua história transformada.

A presidente da ONG, Val Consolação, contou ao G1 que os animais viviam em uma fazenda em Betim e foram colocados à venda após o estabelecimento ser fechado. Ativista há 16 anos, Val pagou R$ 61 mil nos animais após receber a ajuda de amigos e ativistas.

“A gente dá uma vida que todo animal merece. Ser livre”, disse a presidente da ONG.

O transporte das vacas e dos bezerros, feito em três carretas, levou dois dias até que todos chegassem ao destino final. Eles foram encaminhados a fazendas parceiras da entidade.

Foto: Val Consolação/Arquivo pessoal

“Eles terão uma vida segura. Não serão abatidos. Não serão usados para qualquer tipo de produção”, disse.

A ativista abordou ainda a necessidade dos humanos respeitarem o meio ambiente e serem compassivos com os animais. “Temos que ter um olhar para a vida e para os animais. A gente tem que pensar verde”, afirmou.

Val lembrou que a agropecuária destrói florestas para transformar a vegetação em pasto para os bois, que por sua vez liberam gases de efeito estufa que correm a atmosfera.

Ajude o projeto

Interessados em se tornar voluntários da entidade ou ajudá-la através de doações podem entrar em contato com os membros da ONG através das redes sociais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>