PRESERVAÇÃO

Queimadas levam o Distrito Federal a declarar estado de emergência ambiental

Mariana Dandara | Redação ANDA

Os órgãos que fazem parte do Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Distrito Federal deverão atuar na prevenção e minimização das queimadas


Escute
Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo/Imagem Ilustrativa

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou que entrará em estado de emergência a partir do mês de março. O anúncio oficial foi publicado ontem (10) no Diário Oficial (DODF).

De acordo com o governo, o estado permanecerá em estado de emergência ambiental até novembro de 2012. No ano passado, o mesmo foi feito entre os meses de abril e novembro.

O objetivo do estado de emergência é concentrar esforços contra as queimadas. Para isso, os órgãos que fazem parte do Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Distrito Federal deverão atuar na prevenção e minimização das queimadas e dos efeitos provocados pelo fogo.

Durante esse período, as instituições – por exemplo, o Corpo de Bombeiros – poderão realizar compras emergenciais sem licitação para combater o fogo que estiver consumindo a vegetação. As informações são do Jornal de Brasília.

Em 2020, a estiagem castigou o Distrito Federal durante meses, com umidade relativa do ar chegando a 9ºC, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>