PERVERSIDADE

Modelo é criticada após tatuar gato: ‘isso é violência, você merece ser presa’

Redação ANDA

Internautas lembraram que tatuar animais configura maus-tratos e pediram que a modelo perdesse a guarda do gato


Escute
Foto: Reprodução/Instagram/Elena Iwanickaya

A influenciadora digital e modelo ucraniana Elena Iwanickaya recebeu inúmeras críticas após tatuar seu gato e publicar fotos da tatuagem nas redes sociais. Centenas de comentários foram feitos nas publicações alertando que o ato cometido contra o animal caracteriza-se como violência e abuso.

Tatuar animais está se tornando algo comum e essa crueldade tem sido bastante praticada na Europa, especialmente contra gatos da raça Sphynx, que não têm pelos, como é o caso do gato da modelo, que foi defendido por centenas de pessoas nas redes sociais.

Muitos internautas pediram que as autoridades e as ONGs de proteção animal tomassem providências sobre o caso. Eles afirmaram ainda que Elena deveria ser presa e perder a tutela do gato.

“Você está doente, este é um ato desumano. Você me dá muito nojo. Este gato não merece estar ao seu lado”, escreveu um internauta. “Os animais devem receber todo o amor do mundo, sem serem usados como um brinquedo para serem tatuados. Mesmo que você seja o tutor, você não tem o direito de feri-lo fisicamente apenas para se satisfazer”, disse outro.

Foto: Reprodução/Instagram/Elena Iwanickaya

Para se defender, Elena afirmou a uma internauta que o gato tinha uma vida melhor do que a dela. “Eu questionei a um veterinário antes de fazer a tatuagem e ele disse que não havia problema. Inclusive, havia um veterinário junto durante a confecção da tatuagem, e tudo estava sob controle”, escreveu a modelo.

A influenciadora ainda aproveitou a situação para criticar a esterilização de animais. “Ele nunca foi castrado e nunca será, porque isso que é crueldade de verdade”, disse.

A afirmação de Elena, entretanto, não tem qualquer embasamento, já que a castração não submete os animais a dor e garante apenas benefícios – não só para o animal em si, que será poupado de algumas doenças e viverá de maneira saudável por mais tempo, como para a sociedade e a causa animal em geral, uma vez que castrar é a melhor forma de combater o abandono.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>