Meio Ambiente

Perda de pantanais aumentam os riscos de inundações no Reino Unido

Redação | Jhaniny Ferreira

Casas sendo construídas em áreas de alto risco à medida que áreas úmidas são drenadas, escavadas e reconstruídas


Escute
Foto: Pixabay/Ilustrativa

Este foi mais um inverno úmido de grandes chuvas e inundações, mas isso não deveria ser nenhuma surpresa. Os invernos no Reino Unido estão tornando-se cada vez mais úmidos e as previsões das mudanças climáticas apontam para invernos ainda mais úmidos e chuvas recordes no futuro.

No entanto, inundações como a do campo de golfe Withington, perto de Manchester, não são inevitáveis. Mais de 5 milhões de casas na Inglaterra correm o risco de inundação. No entanto, uma em cada 10 novas casas estão sendo construídas em áreas de alto risco de inundação. E são, em grande parte, planícies aluviais, nas quais normalmente terras baixas e planas ao redor de rios naturalmente se alagariam como uma esponja, criando um mosaico de pântanos que ajudam a absorver a água que inundaria outros lugares.

As planícies aluviais também armazenam grandes quantidades de carbono, à medida que as plantas absorvem dióxido de carbono e seus restos mortais retêm o carbono do solo. Enormes faixas de pântanos foram drenadas, escavadas e reconstruídas.

Em um estudo foi descoberto que a agricultura intensiva por si só destruiu cerca de 64% das várzeas na Inglaterra entre 1990 e 2015 e que áreas úmidas ao redor do Reino Unido foram devastadas, com essas unidades fundamentais de planície de inundação praticamente perdidas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>