CRIME BRUTAL

Homem mastiga e engole pássaro para tentar escapar de prisão por maus-tratos

Redação ANDA

“Quebrou a gaiola, colocou a mão e pegou o passarinho. Só fez empurrar [o animal na boca], mastigou e engoliu na frete da gente”, relatou o sargento Amaro


Escute
(Foto: Pixabay/Ilustrativa)

Um homem de 28 anos mastigou e engoliu um pássaro para tentar escapar da prisão por maus-tratos a animais. O crime bárbaro aconteceu na cidade de João Pessoa, na Paraíba.

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz engoliu o pássaro na última quinta-feira (28) diante de policiais que estiveram em sua residência, no bairro Valentina. A operação policial foi realizada após denúncias de maus-tratos às aves criadas por ele.

A ação dos policiais foi dificultada pelo homem, que tentou impedir a entrada dos agentes em sua casa após ser informado que não poderia criar pássaros silvestres. Com persistência, os policiais conseguiram adentrar no imóvel e flagraram a crueldade promovida pelo jovem contra uma das aves.

“Quebrou a gaiola, colocou a mão e pegou o passarinho. Só fez empurrar [o animal na boca], mastigou e engoliu na frete da gente”, relatou o sargento Amaro ao G1.

O sargento informou ainda que o agressor engoliu o pássaro numa tentativa de “se livrar da prisão em flagrante”. No entanto, o flagrante foi configurado pela presença de outras aves mantidas no imóvel. Ao encontrar dois pássaros da espécie papa-capim, um galo de campina e um sanhaçu, a polícia prendeu o jovem por crime ambiental e maus-tratos a animais.

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava respondendo em liberdade por tráfico de drogas e deve voltar para a prisão por aprisionar pássaros silvestres e maltratá-los.

As aves encontradas na casa do rapaz foram encaminhadas para a Central de Polícia de João Pessoa, para onde também foram levadas quatro porções de drogas, duas balanças de precisão e um triturador de maconha. O destino final dos pássaros não foi informado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>