DESPEDIDA

Dogue alemão considerado o maior cão do mundo morre na Inglaterra

Redação ANDA

O dogue alemão media 1,035 metro e, quando ficava em pé sobre as patas traseiras, alcançava 2,26 metros


Escute
(Foto: Reprodução/Instagram/Arquivo Pessoal)

Freddy, o dogue alemão que em 2016 foi reconhecido pelo Guinness Book como o maior cachorro do mundo, morreu na última quarta-feira (27).

A tutora do animal fez uma homenagem para ele nas redes sociais. “Ele era o meu mundo”, escreveu Claire Stoneman na publicação. Freddy tinha oito anos de idade e morava na Inglaterra.

O dogue alemão media 1,035 metro e, quando ficava em pé sobre as patas traseiras, alcançava 2,26 metros. Segundo sua tutora, ele era bastante dócil e carinhoso.

Dias antes da morte, Claire publicou uma foto do cachorro passeando na neve. Na legenda, ela relatou que as patas traseiras de Freddy não estavam boas e que, por isso, ele escorregava bastante.

Em maio, quando o cachorro fez aniversário, internautas questionaram se, além de ter sido considerado o cão mais alto do mundo, ele também não seria o mais velho da raça. No entanto, além do Guinness Book informar à Fox News que o livro não registrava cães vivos que fossem mais velhos do mundo, comentários feitos nas redes sociais de Freddy indicaram a possibilidade do cão não ser o mais velho da raça.

Em fotos do aniversário do cachorro, internautas relataram tutelar cães da raça mais velhos que Freddy. “Nosso dogue alemão Gracie vai fazer 13 anos em 9 de setembro”, dizia um dos comentários. A existência de cães da raça com 11 e 14 anos também foi comentada na postagem.

O último cachorro que recebeu o título de maior do mundo foi Zeus. O cão, que morava no Michigan, nos Estados Unidos, mediu 1,118 metro em 2011. Aos cinco anos de idade, Zeus morreu em 2014.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>