ALERTA

Tucuxis que habitam o Rio Amazonas correm risco de extinção

Redação ANDA

As principais ameaçadas à sobrevivência das populações de tucuxi são as redes de pesca, que os capturam acidentalmente e os matam, a contaminação por mercúrio do garimpo de ouro e a perda de conectividade fluvial causada pela construção de usinas hidrelétricas


Escute
O tucuxi é uma espécie de golfinho que vive na bacia amazônica (Foto: Fernando Trujillo/Omacha/Reuters)

A União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN) atualizou a classificação do tucuxi, espécie de golfinho de água doce que vive no Rio Amazonas, passando a considerá-lo um animal ameaçado de extinção. Também conhecido como boto-preto e pirajaguara, a espécie é uma das mais ameaçadas do mundo.

As principais ameaçadas à sobrevivência das populações de tucuxi são as redes de pesca, que os capturam acidentalmente e os matam, a contaminação por mercúrio do garimpo de ouro e a perda de conectividade fluvial causada pela construção de usinas hidrelétricas.

De acordo com o diretor cientifico da Fundação Omacha da Colômbia, o biólogo Fernando Trujillo, a atualização da classificação da espécie serve de alerta sobre a necessidade de garantir a sua preservação.

Os tucuxis são companheiros dos botos-cor-de-rosa, que também vivem na bacia amazônica e que são classificados como animais ameaçados há dois anos. Atualmente, todas as espécies de botos da Ásia e da América do Sul podem desaparecer por completo.

“Passamos meses analisando com vários cientistas, e percebemos que o tucuxi sofre exatamente as mesmas ameaças (que o boto-cor-de-rosa), e a escala destas ameaças é considerável”, disse Trujillo à agência de notícias Reuters.

O biólogo estima que não existam mais do que 30 mil botos na bacia do Rio Amazonas, que compreende parte da Colômbia, do Equador, do Peru e do Brasil.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>