DESPEDIDA

Idoso internado com Covid-19 recebe visita de cadela antes de morrer

Redação ANDA

Frederico Lucas Minatto, de 92 anos, era muito apegado à cadela, com quem conviveu durante dez anos


Escute
Lilica e Frederico viveram juntos durante dez anos (Foto: HSJosé/Divulgação)

Frederico Lucas Minatto, de 92 anos, despediu-se de sua cadela dois dias antes de morrer. Lilica foi levada ao Hospital São José, em Criciúma, no estado de Santa Catarina, e deitou na cama do tutor, que foi internado após contrair Covid-19.

Filha do idoso, Fernanda Minatto contou aos funcionários do hospital que a cadela e seu pai eram inseparáveis. Frederico, que morreu na manhã da última terça-feira (26), conviveu com Lilica durante dez anos.

Antes da equipe médica e de enfermagem autorizar a visita da cadela, Fernanda e sua irmã chegaram a cogitar a possibilidade de entrar no hospital levando Lilica escondida na bolsa. A saudade que Frederico sentia de sua companheira de quatro patas era a motivação de suas filhas, que queriam fazê-lo feliz em meio a um momento difícil.

“Fazíamos chamada de vídeo para os dois [pai e cachorrinha] se verem. Mesmo assim, ele estava sempre perguntando por ela”, disse Fernanda aos funcionários do hospital.

Para ter autorização para entrar na unidade de saúde, Lilica teve suas patas higienizadas e foi transportada dentro de uma caixa apropriada.

A filha de Frederico contou ao G1 que a visita emocionou todos que estiveram presentes e que seu pai ficou tão feliz ao ver a cadela que a saturação de oxigênio de seu organismo chegou a subir.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMOVENTE

ACIDENTE

Acolhimento

CRUELDADE

FINAL FELIZ

ACIDENTE

DESAPARECIMENTO

RECONHECIMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>