IRRESPONSABILIDADE

Turistas capturam tartarugas para tirar ‘selfies’ e cometem crime ambiental

Redação ANDA

Ao serem capturadas, as tartarugas ficam estressadas e, por isso, podem deixar de frequentar as praias onde praticavam a desova


Escute
(Foto: Reprodução/TV Bahia)

O aumento no número de turistas que capturam tartarugas para tirar fotos no Parque Municipal de Alcobaça, área de preservação ambiental na Bahia, tem preocupado as autoridades ambientais.

Por conta do período reprodutivo, as tartarugas estão retornando às praias onde nasceram para desovar. No momento em que aproveitam a maré baixa para se alimentar nos corais, muitas são capturadas por turistas. O ato configura crime ambiental.

“Nessas áreas, como são áreas rasas, elas ficam meio presas ali nas piscinas naturais, o que facilita de serem capturadas. Perseguir e capturar animais silvestres também é crime ambiental, no nível com multa e até prisão”, explicou ao G1 o responsável pelo Centro Tamar e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Marcello Lourenço.

Ao serem capturadas, as tartarugas ficam estressadas e, por isso, podem deixar de frequentar as praias onde praticavam a desova.

(Foto: Reprodução/TV Bahia)

“Ela está em uma área tranquila, em uma área de alimentação e descanso. Primeiro que já chegam em embarcações, fazendo ruídos. Dezenas de pessoas, com protetor solar, bebendo, colocando música e isso já é ruim. Aí pegar o animal causa um estresse totalmente desnecessário”, disse Lourenço.

“Se isso continuar, que a gente espera que não continue, isso pode afastar as tartarugas daqui. As tartarugas são ótimos indicadores de qualidade ambiental. Elas estão aonde a qualidade ambiental é boa. Se ficar ruim, elas vão embora”, completou.

Voluntário na área de preservação dos animais marinhos que vivem na região, a ambientalista Neide Silva reprova a atitude dos turistas.

“Ele pode ter um estresse emocional. Às vezes elas vêm para comer ou desovar. Pelo estresse, acaba todo o sistema dele com a natureza e é muito revoltante”, concluiu.

(Foto: Reprodução/TV Bahia)
(Foto: Reprodução/TV Bahia)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO

VISIBILIDADE

CANADÁ

ABRAÇO ANIMAL

DENÚNCIA

JAPÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>