Ativismo

Atriz Kate Mara denuncia realidade cruel de fazendas leiteiras

Redação


Escute

Muitas pessoas supõem que a produção de leite não requer morte ou crueldade. No entanto, a partir de uma simples pesquisa on-line, pode-se ver o quão nociva aos animais é a indústria de laticínios. É culpada de tantos crimes terríveis contra animais, pessoas e meio ambiente. De separar filhotes de suas mães, para manter os animais em condições restritas e pouco higiênicas, a indústria de laticínios está longe de ser um local com grandes pastagens gramadas onde as vacas vagueiam e vivam alegremente.

Por isso, a Animal Legal Defense Fund – ALDF fez parceria com a atriz Kate Mara, na qual ela revelou algumas das atrocidades que acontecem em fazendas de leite nos Estados Unidos.

No vídeo gravado, Mara detalha o tratamento que animais recebiam, que foi revelado durante uma investigação secreta na Dick Van Dam Dairy no sul da Califórnia pela organização Animal Outlook.  Os tratamentos incluíam “golpear repetidamente o rosto, as pernas e os úberes das vacas com bengalas de madeira estilhaçadas e canos de metal, chutá-las no rosto e nos úberes, torcer suas caudas com tanta força que os ossos quebram, bater portões de metal neles e cutucar as vacas com os dedos ‘olhos, entre outros métodos dolorosos regularmente implantados na fazenda. ”

Após o a investigação sigilosa a ALDF entrou com uma ação para fazer com que a fazenda de gado leiteiro feche e seus proprietários, proibidos de trabalhar ou de serem tutores de animais.

Além disso, a ALDF também pede que empresas como a Target pare de comercializar produtos provenientes desta fazenda, como os leites de origem animal DairyPure e TruMoo, e investigue de forma independente a Dairy Farmers of America, uma vez que Dick Van Dam Dairy é um de seus fornecedores.

Para enfrentar de forma estrutural estes abusos, ativistas incentivam a necessidade de inibir cada vez mais a comprar produtos dessas empresas de laticínios e, abolir o consumo de laticínios de uma vez.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>