Ato heroico

‘Aconteceu muito rápido’, diz tutor que tirou cachorro da boca de jacaré

Redação

Após o filhote de três meses ser abocanhado pelo jacaré e carregado para dentro de um lago, Richard foi atrás do animal e resgatou o cão da família


Escute

O homem que salvou a vida de seu cachorro ao retirá-lo da boca de um jacaré na Flórida, nos Estados Unidos, contou os detalhes do ato heroico. Após o filhote de três meses ser abocanhado pelo jacaré e carregado para dentro de um lago, Richard foi atrás do animal e resgatou o cão da família, que sofreu apenas ferimentos leves.

“Tudo aconteceu muito rápido. Ele agarrou o Gunner e começou a nadar. Foi então que eu pulei na água e lutei com o crocodilo até conseguir abrir a mandíbula e tirar o cachorrinho”, contou Richard, em entrevista ao Fantástico, da Globo.

O filhote é o primeiro cachorro de Richard e sua esposa Louise e o idoso não poderia perdê-lo. O casal mora na Flórida desde que Richard se aposentou e para lá levou Gunner, o xodó da família.

Após o resgate, o tutor levou o cachorro para casa e contou a sua esposa o que havia acontecido. Em seguida, Gunner foi levado ao veterinário.

“Minhas mãos estavam pingando de sangue. O Gunner teve só um ferimento pequeno, mas entrou um pouco de água nos pulmões, por isso levamos ao veterinário”, lembrou.

De acordo com o biólogo e doutor em medicina veterinária, Edris Queiroz, a julgar pelo tamanho do jacaré, tratava-se também um filhote. A espécie, no entanto, tem uma mandíbula tão forte que sua força perde apenas para os tubarões.

“Devia ter uns 80 cm de comprimento. Os jacarés podem chegar a três metros de tamanho. Richard correu o risco de ter as mãos dilaceradas, mesmo sendo o jacaré um filhote”, disse o especialista.

O ato heroico foi registrado em um vídeo que viralizou no TikTok, alcançando internautas do mundo inteiro. Após ser salvo, o cachorro sai andando do lago, embora um pouco machucado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>